Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/12/2011 - DCI Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Combate a fraudes com remédios dá prêmio


São paulo - A Corregedoria Geral da Administração Pública do Estado de São Paulo, órgão vinculado à Secretaria da Casa Civil de São Paulo, recebeu ontem - em evento realizado no Supremo Tribunal Federal em Brasília - Menção Honrosa do Prêmio Innovare, através do seu presidente Gustavo Ungaro, autor do projeto "O Combate às Fraudes Judiciais em Ações para Fornecimento de Medicamentos no Estado de São Paulo". O projeto foi escolhido entre os 10 melhores do Brasil e criado para combater o crime organizado, identificando cadeias que envolviam advogados, médicos, ONGs e representantes comerciais da Indústria Farmacêutica.

O Prêmio Innovare identifica e dissemina práticas inovadoras, pioneiras e bem sucedidas da Justiça Brasileira, realizadas por magistrados, membros do Ministério Público estadual e federal, defensores públicos e advogados públicos e privados de todo Brasil. Pioneiro no país, o projeto consiste em uma ação conjunta entre a Secretaria da Saúde, Corregedoria Geral da Administração, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, identificando criminosos que fraudavam o fornecimento de medicações pelo Estado. A ação promovida pela CGA foi selecionada entre 450 projetos, por um júri composto por ministros do STF e do STJ, professores de direito e especialistas.

Essa atuação conjunta entre a Procuradoria Geral e a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo tinha como finalidade agregar valor às informações, até então colhidas, e identificar os motivos das crescentes vendas das indústrias farmacêuticas, que prejudicou os cofres públicos com gastos superiores a R$ 400 milhões anualmente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 95 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal