Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/12/2011 - InfoMoney Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SEC abre processo contra ex-CEOs de Fannie Mae e Freddie Mac por fraude antes de 2008


SÃO PAULO - Os antigos CEOs (Chief Executive Officer) das hipotecárias norte-americanas Fannie Mae e Freddie Mac e mais outros quatro executivos das instituições estão sendo investigados pela SEC (Securities Exchange Comission) por fraudes no período exatamente anterior ao estouro da bolha imobiliária, conforme anunciado pela autarquia nesta sexta-feira (16).

O processo foi registrado na corte de Nova York e faz referência a Daniel Mudd, Enrico Dallavecchia e Thomas Ludd, respectivamente CEO, chefe do departamento de risco e vice-presidente executivo do segmento de hipotecas a famílias.

Em processo separado são acusados os executivos do Fannie Mae Richard Syron, Patricia Cook e Donald Bisenius, CEO, vice-presidente executivo e vice-presidente executivo do segmento de hipotecas a famílias, nessa ordem.

“Os executivos do Fannie Mae e do Freddie Mac disseram ao mundo que a sua exposição ao subprime era substancialmente menor que aquilo que realmente era”, acusa Robert Khuzami, diretor da SEC. Logo após a eclosão da crise imobiliária, as companhias reportaram fortes prejuízos.

Segundo Khuzami, além de tais informações enganarem os acionistas, levaram a uma avaliação errônea sobre os riscos que as companhias enfrentavam. A autarquia informa que as investigações ocorrem sobre comunicados públicos, reuniões com acionistas e entrevistas na mídia ocorridas entre dezembro de 2006 e agosto de 2008 para os da Fannie Mae e entre março de 2007 e agosto de 2008 para os do Freddie Mac.

Informações ocultas ou erradas

Desta forma, a SEC lembra que a Fannie Mae começou a disponibilizar a exposição aos empréstimos subprime em 2007, mas menos de um décimo dos ativos hipotecários considerados subprime eram reportados aos investidores.

No caso do Freddie Mac, a SEC alega que Syron e Cook afirmavam que o segmento de ativos hipotecários praticamente não possuía exposição ao subprime, enquanto em dezembro de 2006 tal exposição era de US$ 141 bilhões, avançando para aproximadamente US$ 244 bilhões em junho de 2008.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 96 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal