Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/12/2011 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Documentos mostram fraude milionária em imóveis da família do prefeito

Há diferença de até R$ 2,7 milhões entre o valor pago e o declarado nas escrituras.

Documentos apreendidos pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) de Piracicaba e obtidos pela EPTV comprovam fraudes milionárias na compra de imóveis pelas empresas da família do prefeito de Limeira, Sílvio Félix (PDT). Os contratos apreendidos pelos promotores de Piracicaba mostram discrepância entre o valor pago pelas casas e apartamentos de Campinas, Piracicaba, Mogi Mirim e São Paulo e a cifra declarada em cartório pelas empresas no registro da escritura.

A maior divergência foi com relação ao imóvel de Campinas, na Avenida Brasil. Ele foi registrado em cartório em julho deste ano pela empresa Fênix Plantas e Insumos Agrícolas como se tivesse sido comprado pelo valor de R$ 1,2 milhão. Mas o contrato de compra e venda apreendido na casa da irmã da primeira-dama Verônica Dutra Amador mostra que a empresa, na verdade, pagou mais que o triplo desse valor, R$ 3,9 milhões, aos antigos proprietários do local.

Outro contrato apreendido na casa da nora do prefeito mostra que a Fênix pagou R$ 550 mil por um flat localizado na Avenida Saldanha Marinho, em Piracicaba. No cartório de registros de imóveis da cidade, entretanto, a escritura do mesmo imóvel assinada pela empresa e pelo antigo dono afirma que o flat foi negociado por R$ 240 mil, ou seja, menos que a metade do valor pago.

Em Mogi Mirim, o prédio comercial alugado hoje pela Caixa Econômica Federal foi comprado pela Félix Comércio de Mudas e Plantas, outra empresa da família do prefeito, por R$ 4,5 milhões. O registro deste imóvel em cartório não estava entre os documentos obtidos pela EPTV, mas os promotores informaram que já possuem a informação de que o imóvel foi registrado por R$ 2 milhões.

De acordo com os promotores do Gaeco, os papéis servirão como prova da prática dos crimes de sonegação fiscal, já que o valor declarado dos imóveis não condiz com o que foi de fato pago por eles, e também falsidade ideológica pelos investigados terem mentido no cartório sobre a real cifra na negociação dos prédios e casas.

Sobre o crime de falsidade ideológica, também serão investigados os antigos proprietários dos imóveis comprados pela Fênix e pela Félix. Isso porque eles aceitaram omitir o real valor recebido no ato do registro das escrituras. O Ministério Público agora apura de onde veio o dinheiro usado na compra dos imóveis, já que os indícios levam a crer que nenhuma das duas empresas tinha condições de levantar quantias tão altas para a transação.

A reportagem falou com um dos novos advogados de defesa da família, mas ele informou que o escritório ainda está se inteirando sobre o caso que assumiu recentemente, quando os Félix optaram por trocar seus defensores. O representante do escritório de São Paulo que agora defende Constância Berbert Dutra da Silva e os dois filhos dela, Murilo e Maurício, esteve nesta sexta-feira (16) no Gaeco em Piracicaba para solicitar cópias dos documentos sobre o caso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 114 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal