Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

13/12/2011 - Sol / Lusa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Europol desmantelou grupo que distribuiu dois milhões de euros em notas falsas


A Europol, agência de polícia europeia, desmantelou um grupo criminoso por distribuição de mais de dois milhões de euros falsificados em 20 países e tráfico de estupefacientes e deteve 25 pessoas, divulgou hoje o serviço.
A operação policial foi iniciada pelas autoridades espanholas, que «investigaram o grupo desde 2010», mas contou com a colaboração da Europol que já tinha «desmantelado parte da rede em Julho deste ano», revelou a agência em comunicado.

Em Julho, as autoridades de Espanha «prenderam 11 suspeitos e apreenderam mais de uma tonelada de marijuana», o que permitiu «seguir as ligações do grupo até à falsificação de moeda», informou a Europol.

A investigação levou as polícias até ao «falsificador principal», que mantinha como fachada um negócio legal de distribuição e comércio de enlatados.

O falsificador era proprietário dos «armazéns da empresa, onde a gráfica clandestina foi encontrada» e onde eram impressas as notas de 50 euros, precisou a agência europeia.

O grupo, além da impressão de notas de 50 euros em Espanha, também importava notas de 20, 50 e 100 euros provenientes de outras organizações criminosas em Itália, para serem distribuídas por vários países europeus, refere ainda o documento.

A operação policial implicou nove mandados de busca realizados em várias cidades espanholas, sem que a Europol refira quais, e levou à detenção de 14 suspeitos, além da apreensão de diversas máquinas e ferramentas, utilizadas na falsificação e documentos de identificação espanhóis.

A agência policial admite poder fazer «outras detenções relacionadas com esta operação», concluiu.

Em Junho de 2010, a Europol tinha também detido, numa oficina clandestina na Irlanda, quatro pessoas e apreendido material para impressão de notas de euro falsas no valor de 200 milhões de euros, uma rede com ligações ao Japão, Reino Unido e Alemanha.

A Europol em Portugal é tutelada pela PJ, com as atribuições de receber e distribuir pedidos internacionais de detenção e garantir a cooperação policial entre órgãos de investigação criminal em processos transnacionais, no âmbito do combate à criminalidade organizada, terrorismo, atentados contra pessoas, furtos e actividades ilícitas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 115 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal