Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

14/12/2011 - Só Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia faz operação sobre esquemas em cartas de créditos e investiga deputado


Está sendo feita, neste momento, a operação "Cartas Marcadas" para apurar crimes contra a administração pública, estelionato, fraude processual, peculato, corrupção e formação de quadrilha, envolvendo o pagamento de certidão de cartas de créditos de um grupo de agentes fazendários. Os policiais da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública, da Polícia Civil, estão cumprindo 14 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão temporária em Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães Torixoréu e em Ribeirão Preto (SP). Duas pessoas já foram presas.

A assessoria da Polícia Civil informou que um dos mandados de busca foi cumprindo na casa do deputado estadual Gilmar Fabris. Não foi informado o que teria sido apreendido. Por telefone, Fabris disse apenas, ao Só Notícias, que vai "conceder entrevista coletiva, esta tarde". Ele não atendeu novos contatos telefônicos.

Como a operação está em andamento, ainda não foram mencionados nomes dos acusados nem mais detalhes sobre as buscas e apreensões. À tarde, está prevista entrevista coletiva dos coordenadores da operação.

As investigações iniciaram em julho deste ano, com denúncia do pagamento em valores muito acima dos efetivamente devido. Um representante da categoria dos agentes fazendários teria se apropriado indevidamente de parte dessas cartas emitidas pelo Estado e estaria negociando as cartas acima do valor permitido.

O Governo Estadual determinou à Auditória Geral que realizasse um levantamento detalhado, onde constatou que eram feitos acordos extrajudicial, resultado em prejuízo ao erário público. "O governador ao tomar conhecimento das irregularidades determinou a suspensão de toda e qualquer compensação das cartas de créditos", disse o delegado Lindomar Tofolli.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 275 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal