Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

11/12/2011 - Jornal Cruzeiro do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher perde R$ 9 mil em golpe do acidente

Por: Marcelo Roma


Um golpe do falso acidente de trânsito rendeu R$ 9 mil ao estelionatário, que enganou uma dona de casa de 46 anos moradora da zona oeste de Sorocaba. Ela recebeu um telefonema em casa de um homem que fingiu ser seu sobrinho. Disse o nome e ela relacionou a voz com um sobrinho que mora no Rio de Janeiro.

Vendo que a mulher acreditava, ele disse que havia se envolvido num acidente e precisava urgentemente de dinheiro para pagar o conserto do carro da outra pessoa. A dona de casa sensibilizou-se com o problema, que na verdade era uma farsa, e depositou R$ 1 mil na conta indicada pelo vigarista.

Depois de algum tempo, o mesmo homem voltou a ligar para a dona de casa e disse que precisava de mais R$ 8 mil, dessa vez para trocar o carro batido por outro, pois não teria mais conserto. Falou para a mulher que o dinheiro era um empréstimo e pagaria no início de janeiro.

A dona de casa foi enganada pela segunda vez e depositou os R$ 8 mil por meio de transferência via internet. Ela então resolveu ligar para o sobrinho e conversou com a mãe dele, que lhe contou que o rapaz não sofreu acidente e estava bem. A mulher procurou a polícia ontem de manhã para denunciar o estelionato.

O golpe do falso acidente tem sido aplicado com frequência em Sorocaba. Um caso é registrado a cada três ou quatro dias. Os estelionatários ligam e dizem um nome qualquer. Pela probabilidade, as vítimas têm parente com esse nome, são envolvidas pela conversa e acabam caindo no golpe.

Segundo o delegado Fábio Cafisso, as pessoas devem desconfiar desse tipo de telefonema e, na dúvida, ligar para o parente supostamente envolvido no acidente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 272 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal