Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

06/12/2011 - Jornal de Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comissão independente confirma fraude na Olympus que poderá ditar expulsão da bolsa

Por: Hugo Paula

Depois de um comissão independente ter concluído que a Olympus apresentou dados contabilísticos falsos e que terá de os reformular, a Bolsa de Valores de Tóquio confirmou que poderá excluir as suas acções da admissão à cotação.

O relatório de uma comissão independente que analisou os esquemas da fabricante de máquinas fotográficas para disfarçar perdas em investimentos que ascenderam a 135 mil milhões de ienes (cerca de 1,29 mil milhões de euros), concluiu que a gestão sénior estava "podre até ao núcleo" e que corrompia os executivos com que lidava na empresa.

"Todas as pessoas envolvidas deviam ser levadas a tribunal e obrigadas a pagar pelos danos que provocaram aos funcionários e accionistas", diz o gestor de fundos do Atlantis Investments, Edwin Merner, à Bloomberg. "Eles deverão sair despreocupadamente já que os políticos e burocratas também estão envolvidos em negócios estranhos e sentem simpatia por pela gestão de todos, porque eles podiam ser a seguir", acrescentou.

No final de Novembro, quando foi constituída a comissão liderada por Tatsuo Kainaka (na foto), a Olympus comprometeu-se a apresentar os seus resultados corrigidos para escapar à exclusão da admissão à cotação das suas acções na bolsa de Tóquio. A notícia levou as acções recuperarem parte das fortes perdas em que incorrera nos dias anteriores, com a divulgação das suspeitas de fraude na apresentação dos seus dados contabilísticos.

No entanto, hoje, a Bolsa de Valores de Tóquio disse que o relatório da comissão independente demonstra que a Olympus terá de reformular as contas de anos anteriores, o que poderá ter um impacto significativo no seu valor. Como esta é uma condição de exclusão da admissão à cotação, a fabricante de câmaras fotográficas poderá ver-se excluída da bolsa japonesa.

Na sessão de hoje, que terminou às 7h15 no fuso horário de Portugal Continental, antes da divulgação do relatório, as acções da Olympus apreciaram 9,07% para 1.190 ienes. Um preço que compara com o mínimo de 36 anos em que chegaram a negociar no dia 11 de Novembro, ao tocarem os 460 ienes depois de terem sido conhecidas as alegações de fraude.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 158 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal