Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

18/11/2011 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Styllos: 48 dias após golpe, casal ainda não teve prisão decretada

Por: Lívio Galeno e Fábio Lima

Somente no 12º DP, são 200 B.Os registrados contra o casal, que fugiu de Teresina.

Após dois meses da primeira denúncia de golpe de estelionato contra os proprietários da empresa de eventos Styllos, Fabiano Nunes e Keila Moreno, a justiça de Teresina ainda não expediu mandato de prisão contra o casal.

A informação é do delegado titular do 12º Distrito Policial de Teresina, Ademar Canabrava, que revelou que o pedido foi feito há 48 dias atrás, no dia 30 de setembro, e até agora, não teve o mérito julgado pela justiça da capital do Piauí.

“Só no 12º DP temos cerca de 200 queixas registradas contra os empresários. Eu fiz o pedido de prisão antecipado, ainda faltando prazo para concluir o inquérito. Mas até agora não tivemos nenhuma resposta”, disse Ademar Canabrava.

O Ministério Público pediu o bloqueio das contas bancárias e dos bens do casal, que ainda encontra-se foragido. A 4ª Vara de Justiça de Picos, cidade onde também foram registradas queixas contra o casal, já expediu mandado de prisão contra Fabiano e Keila.

Estima-se que os prejuízos causados chegam a R$ 300 mil somente em Teresina. Segundo Ademar Canabrava, existem pessoas prejudicas em cidades como Piripiri, Campo Maior e Parnaíba.

“As denúncias vem de praticamente todo o Estado. Nas cidades onde tinham faculdades a empresa agia e deixou prejuízos”, explica o delegado Canabrava.

Busca de alternativas

Enquanto isso, alunos tentam recuperar o prejuízo com irreverência. É o caso de uma turma de Jornalismo da faculdade Ceut, que tem promovido diversas festas para arrecadar dinheiro. A próxima delas, na tarde de domingo, foi batizada com o nome de "Bingão me dá R$ 1 - Quem pede tem honra. Quem rouba: Styllos". Enquanto bandas de samba e forró se apresentam, os formandos passarão com cofrinhos pedindo doações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 104 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal