Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/11/2011 - Bem Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Depois de gastar mais de R$ 2,7 mil, rapaz é preso

Usando documento falso, promotor de vendas sai de camarote para camburão da polícia.

O promotor de vendas, T.M., de 27 anos, tentou passar um calote em um casa noturna na madrugada de domingo (27). Ele estava usando documento falso e foi preso pelo crime de falsificação de documento público, que pode levar de dois a seis anos de prisão.

O rapaz esperava passar o calote na casa noturna, mas os funcionários começaram a desconfiar à medida que a conta subia. Quando chegou a R$ 2.750,00 a gerência do Woods Bar (no bairro Bacacheri em Curitiba) resolveu chamar a polícia.

O fato foi registrado na madrugada deste domingo (27). Do camarote VIP, ele foi parar no camburão da Polícia Militar, rumo ao Ciac-Sul no bairro Portão.

O bar levou o calote, mas não foi por isso que T.M. foi autuado em flagrante. Ele tentou se passar por outra pessoa. Mostrou aos policiais a mesma carteira de habilitação que havia apresentado na entrada da casa noturna.

O documento ostentava o nome de Elder Dioga Sinotello Alvarenga. Em função disso, ele responderá pelo crime de falsificação de documento público, crime que pode levar de dois a seis anos de prisão. Ele permaneceu detido na carceragem aguardando a próxima decisão judicial.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 270 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal