Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/11/2011 - Jornale Curitiba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher é presa ao fazer empréstimo com documentos falsos

Golpistas tentou retirar R$ 70 mil do Paraná Previdência.

Policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) prenderam na quarta-feira (23), Maria Odete Andofalto Jaquetti, 43 anos. Ela foi detida em flagrante no momento em que tentava fazer um empréstimo de R$ 70 mil junto ao Paraná Previdência, na Rua Inácio Lustosa, 700, Alto do São Francisco, Curitiba, com documentos falsos.

Os funcionários da Instituição desconfiaram da suspeita e chamaram a Polícia Militar. A mulher foi presa e encaminhada a DEDC. Maria Odete é considerada apenas uma integrante de uma quadrilha que, segundo o delegado-titular da DEDC, Cassiano Aufiero, é composta por pelo menos seis integrantes, cada um encarregado de uma atividade.

Uma pessoa falsificava documentos de pensionistas e outra pessoa abria uma conta bancária com os documentos falsos. Maria Odete se encarregava de fazer os empréstimos. A mulher já teria sido presa por tráfico de drogas na cidade do Rio de Janeiro. Pelo menos outros dois golpes realizados pela suspeita foram descobertos.

A polícia já identificou dois integrantes da quadrilha de estelionatários que podem ser presos a qualquer momento. “Por causa das documentações encontradas com a suspeita, não se descarta a possibilidade de ela estar envolvida com tráfico de drogas. As investigações vão continuar para localizar o restante do grupo e se há uma possível ligação com criminosos do Rio de Janeiro”, diz o delegado.

A suspeita foi autuada por estelionato, falsidade ideológica e corrupção ativa, por ter oferecido dinheiro a um funcionário da previdência para não prestar depoimento contra ela à polícia. Maria Odete foi encaminhada ao Setor de Carceragem Temporária da DEDC, onde ficará à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 370 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal