Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

17/11/2011 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionários de financeira acusados de fazer empréstimos com dados de clientes

Crime foi denunciado por um cliente que desconfiou estar sendo vítima e contou aos administradores da financeira, localizada na Macaxeira, Zona Norte do Recife.

A polícia descobriu, na tarde desta quinta-feira (17), um grupo acusado de praticar estelionato. Quatro funcionários de uma financeira localizada na Macaxeira, Zona Norte do Recife, realizavam empréstimos em nome de clientes e dividiam o dinheiro entre eles. O crime foi denunciado por um cliente que desconfiou estar sendo vítima e contou aos administradores da financeira. No entanto, depois de ser realizada uma auditoria na empresa e confirmado o crime, a vítima se negou a ir à Delegacia de Casa Amarela, onde estão sendo realizadas as investigações. Por isso, não foi possível efetuar prisão em flagrante e, após prestar depoimento, todo o grupo foi liberado.

O delegado Gilmar Rodrigues explicou que a gerente da financeira, Gláucia Regina Ferreira da Silva, 31 anos, agia como mentora do grupo. “Para fazer um empréstimo, são necessários o registro da digital do funcionário responsável pela transação, além de uma foto do funcionário e do cliente. Depois, o gerente da loja precisa, ainda, colocar a sua digital”, detalhou. Gláucia havia descoberto, porém, que, ao bater uma foto qualquer, o sistema liberava o empréstimo.

“A gerente contou, então, com o apoio de mais três funcionários, que colocavam as suas digitais para que o dinheiro fosse liberado. Ela tirava fotos da parede, do teto ou de algum objeto, só para conseguir retirar o dinheiro no nome dos clientes. Durante dois meses, foram feitos 25 financiamentos, num total de aproximadamente R$ 40 mil”, contou o delegado

Os outros envolvidos são Emerson Vicente dos Santos, Hemerson Jorge e Mirelle Lima (que pediu demissão recentemente, depois que o marido descobriu o envolvimento dela com o grupo). Gilmar Rodrigues afirmou que solicitará a prisão preventiva de Gláucia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 160 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal