Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/11/2011 - Correio do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem que comprava com RG falso é preso

Por: Taryne Zottino


Detido por usar identidades falsas e fazer compras utilizando-se delas, Antonio Marcos da Silva, de 41 anos, foi apresentado na tarde desta sexta-feira (18) na Cepol (Centro de Polícia Especializada).

Ele foi preso na manhã de hoje (18) pelos policiais da Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações, Falsificações e Fazendários) que, desde o ano passado, investigavam a compra de três caminhonetes, adquiridas através de financiamento com apresentação de documentos falsificados.

Após investigações, Silva foi identificado como autor do delito e também descobriu-se que havia um mandado de prisão contra ele expedido em Jaú (SP), por estelionato. Os investigadores foram até o endereço do suspeito e, chegando lá, ele tentou despistá-los, identificando-se como Altemir Fernandes de Almeida e mostrando um documento expedido em Minas Gerais. Porém, os policiais sabiam que se tratava do foragido de São Paulo, por causa da foto afixada na cédula.

Antonio recebeu voz de prisão por uso de documento falso e em cumprimento ao mandado de prisão. Na residência dele foram encontrados vários boletos de financiamento com nomes falsos, outra cédula de identidade, desta vez em nome de Marcelio Oliviera da Cruz, expedida no Distrito Federal e que não continha foto, impressão digital nem assinatura. Além de uma terceira, em nome de Marcos Mota Magalhães, expedida no Estado, com a qual ele comprou um Pálio, também apreendido. O homem informou à Polícia que comprou os documentos em Campo Grande, mas se recusou a revelar quem teria vendido.

As averiguações continuam e se for decisão da Justiça, Silva pode ser indiciado por estelionato e falsidade ideológica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 116 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal