Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/11/2011 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apura envolvimento de prefeita de Ribeirão Preto em fraude

Por: Araripe Castilho


A Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) investiga se a prefeita Dárcy Vera (PSD) está envolvida num suposto esquema de fraude na distribuição de casas populares por meio da Cohap-RP (Companhia Habitacional Regional da cidade).

A acusação contra Dárcy foi feita pela suspeita de estelionato por "vender" essas casas a Marta Aparecida Mobiglia, 45.

Ela afirmou nesta quarta-feira à polícia que entregava dinheiro referente à comercialização das residências para um mensageiro da prefeita.

Dárcy negou as acusações e convocou uma entrevista coletiva para se defender no final da tarde desta quarta-feira.

Marta é uma das investigadas por prometer, mediante pagamento de até R$ 3.000, que era capaz de "furar" o sorteio das casas do conjunto Paulo Gomes Romeu, construído pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de SP).

A Cohab-RP era responsável por fazer o cadastro das pessoas interessadas e organizar os sorteios.

Segundo a advogada de Marta, Máira Ferreira Teles, sua cliente disse à polícia que documentos e todo o dinheiro arrecadado com a fraude eram entregues a um motoqueiro, que seria um mensageiro de Dárcy.

"Ela afirmou que o contato [com a Dárcy] foi por meio da irmã da prefeita [Marli Vera, conhecida como Chaveirinho]", disse Teles.

DENÚNCIA

O caso começou a ser investigado há uma semana, quando Marta e uma segunda suspeita, Maria Rosa Lopes Ferreira, 57, foram parar na delegacia após denúncia de membros do Conselho Municipal da Habitação e do jornal "A Cidade".

Após a denúncia, a polícia começou a apurar se havia participação de funcionários da Cohab -comandada pelo PMDB em Ribeirão desde que Dárcy assumiu a prefeitura, em 2009.

Além de Marta, o delegado responsável pelo caso, Marcelo Velludo, deve ouvir nesta quinta-feira a segunda suspeita.

Procurado pela Folha, Velludo confirmou ter ouvido o depoimento de Marta, mas não quis comentar o conteúdo das declarações da investigada.

"Eu sou o presidente do inquérito e, se esse conteúdo vazou, não foi pelas minhas mãos. O que eu posso dizer é que o depoimento da Marta realmente foi colhido", afirmou sobre o fato de Dárcy já ter recebido as declarações.

OUTRO LADO

No final da tarde, Dárcy chamou os jornalistas para desmentir as afirmações da mulher que a acusou.

A prefeita afirmou nunca ter falado com a investigada e que não é a primeira vez que "usam" seu nome para cometer irregularidades.

Ela disse ainda que está à disposição da polícia para a investigação.

"Sou a maior interessada em que tudo isso seja muito bem investigado e que se descubra a verdade. Estou muito tranquila quanto a isso", afirmou Darcy.

Ela concedeu a entrevista diante de uma mesa cheia de fitas de vídeo que ela disse serem as filmagens de todos os sorteios de casas em seu governo.

O presidente da Cohab-RP, Sílvio Martins -ex-vereador do PMDB indicado ao cargo pelo deputado Baleia Rossi-, acompanhou a prefeita durante a coletiva.

Ele afirmou que até agora não há indício de prova sobre o envolvimento do poder público no caso.

A assessoria de Dárcy disse que ela soube do depoimento da mulher à polícia por meio de "fontes".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 167 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal