Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

10/11/2011 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Impressão digital contra fraude em cartões RioCard

Por: Maria Luisa Barros

Polícia prendeu funcionário de uma viação da Baixada contratado só para descarregar vales em veículos parados.

Rio - Para tentar por fim ao comércio clandestino de cartões, a Fetranspor pretende implantar em breve um moderno sistema de identificação de passageiros por biometria. O método reconhece o usuário através de suas características biológicas, como impressão digital, leitura da íris (parte colorida do olho) e tamanho da mão. Nesta quarta-feira, um funcionário de uma viação da Baixada foi preso: ele foi contratado para praticar fraude com o validador dos ônibus da própria empresa.

O sistema biométrico é imune a fraudes porque cada pessoa possui as características únicas. Nem mesmo irmãos gêmeos têm voz idêntica, por exemplo. Ao contrário do uso de senhas ou cartões com chips ou dispositivos magnéticos que podem ser utilizados por qualquer pessoa.

Flagrante

Policiais da Delegacia Fazendária (Delfaz) prenderam em flagrante Sanderson Santos Theophilo Correa, no momento em que ele descarregava os cartões no validador de um ônibus da empresa Expresso Fluminense. Ele estava com 349 vales-transporte e já havia descarregado 97. O veículo estava parado na garagem, na Posse, em Nova Iguaçu.

Segundo a delegada Izabela Santoni, o empregado contou que fora contratado há 1 mês por R$ 900 só para fazer esse serviço na madrugada. Ele pagou fiança e foi liberado.

Os cartões estavam no nome de diversos usuários. Os vales eram vendidos por trabalhadores pela metade do preço para agiotas, que os repassavam à viação por um valor maior.

O DIA revelou o esquema

A máfia do RioCard já havia sido denunciada há cinco anos com exclusividade pelo jornal O DIA. A fraude movimenta R$ 5 milhões por mês, só na capital. Abastecido por mais de 150 escritórios especializados na compra e venda dos cartões, esse mercado ilegal já provocou a demissão de mais de 1.500 rodoviários por envolvimento com o esquema.

Donos devem responder por receptação

Donos da Viação Expresso serão ouvidos na semana que vem e deverão ser indiciados por crime de receptação. A pena prevista é de até 4 anos de detenção. “A empresa lucra com a fraude porque a descarga dos cartões é feita com o veículo parado. Não gastam com combustíveis e rodoviários”, diz a delegada Izabel Santoni. Ela vai ouvir os donos dos cartões para explicar como seus vales foram parar com fraudadores.

A RioCard informou que o cartão possui dispositivos de segurança que lhe garantem confiabilidade. Porém, práticas ilícitas ocorrem à revelia destas condições. Segundo a Fetranspor, a Expresso Fluminense não é associada à federação. Procurada pelo jornal, a empresa não retornou a ligação.

3 novos pontos de recarga até o fim do ano

Após a ‘Blitz do DIA’ que acompanhou, por 3 dias, o esforço de passageiros para recarregar os bilhetes únicos intermunicipal e carioca, a Fetranspor anunciou a inauguração de três pontos de recarga. A primeira será na R. da Carioca, no dia 28; até o fim deste mês haverá outro na estação das Barcas na Praça 15, e em dezembro, na R. da Assembleia. Ano que vem serão mais duas, em Copacabana e em Campo Grande.

A rede de autoatendimento do Bilhete Único também será ampliada. A previsão da Fetranspor é que esses postos ajudem a esvaziar filas no postos de recarga, como o da Central, onde usuários demoram até duas horas para serem atendidos devido à dificuldade de concluir o serviço nos sites riobilheteunico.rj.gov.br e cartaoriocard.com.br.

Serão instalados mais de 120 pontos de autoatendimento 24h. No entanto, esses postos não oferecem o principal serviço de que se queixam os usuários: a recarga. Nos postos 24h é possível desbloquear o cartão e consultar o saldo.

O Bilhete Único permite grande economia nas passagens. No Intermunicipal, por R$ 4,40 embarca-se em 2 conduções no intervalo de 2 horas e meia. No Carioca, são 2 passagens de ônibus por R$ 2,50, em duas horas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 352 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal