Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/11/2011 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de estelionato são presos no Cariri


Dois homens acusados de estelionato foram presos no início da tarde desta quarta-feira (9), na região do Cariri, com documentos bancários, nota promissória, cópias de dinheiro, dólares e até um cheque de R$ R$ 15,2 mil.

O fato aconteceu em Brejo Santo, a 501 quilômetros de Fortaleza, por volta de 13 horas. Homens da 3ª Companhia do 2º Batalhão da Polícia Militar prenderam os acusados Antônio Andrade Silva e Francisco Djaci Maia, ambos cearenses de Russas e Quixadá, respectivamente.

Antônio e Djaci são acusados de praticar o chamado "Golpe da Baluda", em que uma única cédula verdadeira é envolvida por papeis de mesmo tamanho e cor semelhante, a fim de dar a ideia de se tratar de um alto montante. A dupla vinha sendo investigada há cerca de três meses pela Polícia Militar, segundo o comandante da 3ª Companhia, major Giovani Sobreira.

Antônio responde a processos no Ceará por estelionato, receptação, falsidade ideológica, furto e roubo. Já tem antecedentes no Ceará, Paraíba, Bahia, Distrito Federal, Maranhão e Espirito Santo por crimes de estelionato e outros.

Sobreira aponta que ambos chegaram a fugir em um carro, mas após perseguição a PM conseguiu efetuar a prisão. "O flagrante foi feito no momento em que eles estavam abordado uma família. Dois policiais passavam pelo local e suspeitaram do movimento", conta.

De acordo com a 3ª Companhia, com os acusados foram apreendidos dois relógios, um celular, sete envelopes para depósito bancário do Banco do Brasil, dois cartões do Banco Itaú, um cheque de R$ 15,2 mil do Banco do Brasil emitido pela Câmara Municipal de Jati (CE), US$ 6, uma nota promissória no valor de R$ 9,1 mil e R$ 563, além, de cópias da cédula de R$ 100 e 50.

A dupla não revelou a origem do cheque, segundo o comandnate.

As prisões foram feitas na praça Dionizio Rocha de Lucena, no Centro de Brejo Santo, e ambos foram autuados na Delegacia Regional de Brejo Santo.

Os acusados identificados por Antônio Andrade Silva e Francisco Djaci Maia chegaram a fugir em um carro, mas após perseguição a PM conseguiu efetuar a prisão. "O flagrante foi feito no momento em que eles estavam abordado uma família, dois policiais passavam pelo local, suspeitaram do movimento e efeturam a prisão", conta Sobreira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 310 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal