Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/11/2011 - D24am / Agência O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF busca quadrilha que desviava cartões dos Correios em São Paulo

A quadrilha também realizava a clonagem de cartões de crédito e de débito e atuava na falsificação de cheques.

São Paulo - A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira a Operação Crédito Fácil, com o fim de desarticular quadrilha que desviava cartões de crédito de dois centros de triagem dos Correios e os utilizava após desbloqueio fraudulento.

A quadrilha também realizava a clonagem de cartões de crédito e de débito e atuava na falsificação de cheques. Os investigados realizavam compras, transferências bancárias e pagamentos de boletos bancários com os cartões subtraídos dos Correios e com outros cartões clonados.

Estima-se que o prejuízo causado por esta quadrilha, somente com o desvio de cartões da Caixa Econômica Federal, de janeiro de 2010 até outubro de 2011, supere a cifra de R$ 4 milhões. Esse valor pode triplicar, caso sejam computadas as fraudes realizadas com cartões de outros bancos.

A Justiça Federal decretou o bloqueio de ativos financeiros e veículos dos envolvidos. As investigações fazem parte do Projeto Tentáculos, uma parceria entre a Caixa Econômica Federal, o Ministério Público Federal e a PF, que com a utilização de um software especialmente desenvolvido, investigam fraudes bancárias realizadas contra a instituição financeira.

250 policiais federais atuam na operação para cumprimento de 42 mandados de prisão e 58 mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Os mandados são cumpridos na Grande São Paulo, Itapetininga e Limeira.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de furto qualificado, estelionato, receptação, formação de quadrilha, uso de documento falso e lavagem de dinheiro, com penas que variam de 01 a 12 anos de prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 198 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal