Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/11/2011 - Diário de Marília Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

OAB investiga fraude de cartório em conluio com João Simão contra Diário

Promotoria criminal também recebe pedido para apurar o caso.

A OAB de Marília vai denunciar ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) a fraude do diretor da 2ª Vara Cível, Álvaro Luis Gradim Bastazini, que em conluio com o advogado João Simão Neto assinou uma ordem ilegal para penhorar bens e faturamento da CMN (Central Marília Notícias) sem autorização ou conhecimento do juiz responsável pelo caso.

Ontem no final da tarde o presidente da OAB de Marília, o advogado e professor Tayon Berlanga, recebeu cópia de todo o processo e destacou o caso como grave. Disse que a Ordem também vai pedir o afastamento do diretor do cartório e acompanhar toda investigação.

Ainda ontem, a direção do jornal Diário entregou na 2ª Promotoria Criminal pedido de investigação contra o diretor e seu oficial maior de cartório, Renato de Paula Oliveira, que assina também o falso mandado.

Na semana passada, antes do feriado, departamento jurídico do Diário já havia protocolado o pedido de afastamento dos servidores e acionou o Ministério Público para acompanhar o caso.

Álvaro Gradim e seu oficial maior são acusados de redigirem e assinarem sem conhecimento da juíza Marina Freire, responsável pelo processo, um mandado judicial determinando a penhora do faturamento da CMN que estava sendo enviado para 47 clientes do jornal em mais um golpe sujo promovido pelo advogado condenado João Simão.

O falso mandado saiu em nome do juiz Ernani Desco Filho e começou a ser distribuído há duas semanas, mas o jornal descobriu o golpe e procurou a juíza responsável pelo caso que mandou recolher imediatamente a ordem judicial redigida e assinada pelo diretor.

O cargo de diretor da 2ª Vara Cível é nomeado pelo juiz corregedor do cartório Ernani Desco. Ontem Álvaro trabalhou e despachou normalmente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 337 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal