Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/10/2011 - O Girassol Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Perda de documento dobra chance de fraude; para proteger consumidor Serasa Experian oferece serviço gratuito de cadastra

Chance de golpe aumenta em véspera e durante o feriado; cadastrar a ocorrência no serviço da Serasa Experian ajuda a proteger contra o uso indevido dos dados.

Feriado é sempre uma boa oportunidade para o consumidor viajar, passear com a família e até mesmo fazer compras. É nesse período de maior fluxo que as pessoas ficam mais sujeitas a terem seus dados extraviados. Segundo levantamentos da Serasa Experian, o risco de ser vítima de fraude é 120% maior para quem tem um de seus documentos roubado, perdido, extraviado ou clonado.

Desde 2007, a Serasa Experian mantém gratuitamente à disposição do consumidor o Serviço de Documentos Roubados. Quem for vítima de roubo ou perder seus documentos, além de fazer o Boletim de Ocorrência, pode cadastrar de maneira prática e segura cheques e documentos como identidade, carteira de trabalho, CPF, carteira de habilitação e título de eleitor.

Para fazer o cadastramento no serviço da Serasa Experian basta entrar no link www.serasaexperian.com.br/servicos/cadastro ou ir até uma das agências espalhadas por todo o Brasil. Se alguém já teve os dados extraviados e ainda não registrou as informações também pode fazer o cadastramento.

Após a realização do cadastro, a informação é disponibilizada provisoriamente por um período de dez dias. Para que permaneça por tempo indeterminado, o consumidor precisa enviar dentro de dez dias um boletim de ocorrência e uma declaração formal à Serasa Experian. Essas medidas podem evitar que seus documentos sejam usados em golpes futuros.

A partir da inclusão dos dados, de imediato as informações ficam disponíveis em todo o território brasileiro e só deixam o banco de dados da Serasa Experian após o pedido do consumidor. Já no caso dos cheques, as informações ficam na base de dados por três dias, tempo para o correntista avisar o banco, fazer o boletim de ocorrência e sustar os cheques.

Assim como o consumidor, o comércio em geral também pode ser vítima de fraude no momento em que finaliza uma venda para um fraudador. De acordo com os estudos da Serasa Experian as chances de fraudes aumentam 25% nas vésperas e durantes os feriados.

Para auxiliar o comerciante, a Serasa Experian mantém o serviço Alerta de Identidade. Por meio dele, o lojista informa o CPF do cliente e a Serasa Experian fornece uma nota de risco para essa transação. Ao fazer uma consulta ao serviço, o lojista evita a utilização indevida de dados e protege a identidade do titular legítimo dos documentos apresentados, garantindo que aquela transação foi realmente requerida e autorizada pelo consumidor. E, mais importante para seu negócio, evita um prejuízo certo.

Para o empresário se proteger contra as fraudes, é importante que ele fique atento a algumas dicas, como pedir dois documentos originais e verificar se as informações fornecidas pelo cliente são verdadeiras; confirmar a relação de endereço e telefone e analisar atenciosamente o comprovante de residência com o nome constante nos documentos. Se ainda assim não estiver seguro, o ideal é pedir que uma parte do pagamento seja feito à vista, ou até decidir pela venda somente à vista.

Para mais informações sobre a solução de prevenção a fraudes da Serasa Experian acesse www.alertadeidentidade.com.br .

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 570 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal