Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

21/10/2011 - Correio da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cinco homens são presos por esquema de falsificação de dinheiro em Vitória da Conquista

Por: Mayra Lopes

Dois deles falsificam cédulas; outros três compraram o dinheiro ilegal

Três homens foram presos nesta sexta-feira (21) em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, acusados de falsificar dinheiro. Outras duas pessoas também foram presas por envolvimento no esquema, acusadas de comprar dinheiro falso, segundo informações da Polícia Federal. Inicialmente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou a divulgar que um dos comerciantes presos teria sido vítima de um golpe.

Segundo informações de Vitor Menezes, delegado da Polícia Federal, inicialmente um comerciante da cidade ligou para a PF e informou que tinha dado a dois homens, em um veículo Sonata, 480 mil reais para comprar uma fazenda.

Minutos depois, a irmã de um segundo comerciante ligou para a PRF, e revelou que o empresário tinha dado a dois homens, no mesmo veículo, 180 mil reais para trocar por dólares. Diante das ocorrências, a Polícia Militar foi acionada e prendeu José Lúcio Antunes Costa, 52 anos, e Evenilson Pereira da Silva, 42 anos, com o auxílio da PRF. O veículo também foi encontrado e apreendido.

No carro, os policiais encontraram um saco com dinheiro e uma maleta que continha tubos de ensaios com substâncias químicas, papeis alumínio, corantes e um papel, ainda não analisado, que seria utilizado na falsificação do dinheiro.

Esquema

No posto da PRF em uma entrevista preliminar, os acusados contaram que eram da cidade de Brasília e que estavam hospedados no Hotel Cafezal. Eles contaram também que abordaram as duas vítimas, que são da cidade de Poções, informando que trocariam os dólares abaixo do mercado em Belo Horizonte.

O golpe acontecia quando as suspotas vítimas entregavam dinheiro para os estelionatários, que prometiam entregar de volta o valor quadruplicado. Segundo as vítimas, elas não sabiam que o dinheiro seria falsificado - os estelionatários diziam que investiriam o valor.

No hotel a dupla estava hospedada, a polícia prendeu mais um homem, L.C.P., com quem foi encontrado um isopor com tintas e lâminas de vidro, que também seriam usados na falsificação. "A primeira suspeita é de que todo esse material seria utilizado para falsificar o dinheiro no hotel" disse o delegado Menezes.

Vítimas

Na delegacia, um dos comerciantes udou a história e acabou sendo preso. Ele contou que o dinheiro não era para comprar a fazenda, mas para trocar por dólares também - assim como o segundo comerciante. As duas vítimas foram presas por tentar praticar o crime de moeda falsa, que prevê pena de 3 a 12 anos de prisão.

"Você só pode comprar dólar se tiver uma viagem ao exterior marcada ou possui dívidas na moeda. Além disso, a compra dessas notas precisa ser em um câmbio legalmente autorizado pelo Banco Central", explicou o delegado o motivo da pratica do crime contra o sistema financeiro nacional.

Já José Lúcivio, Evenilson e L.C.P foram autuados por estelionato e formação de quadrilha que prevê pena de 1 a 5 anos e 1 a 3 anos de prisão, respectivamente. Eles não quiseram falar na delegacia da Polícia Federal.

Os cinco homens foram encaminhados para o Presídio Nilton Gonçalves, onde permaneceram à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 121 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal