Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/10/2011 - ComputerWorld / IDG News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

EUA criam solução gratuita contra ciberataques para pequenas empresas

Iniciativa ajudará companhias a desenvolver estratégia de segurança online. Recurso chega em novembro.

Com os hackers cada vez mais de olho nas pequenas empresas, a Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC) anunciou ontem, 24/10, que fornecerá uma ferramenta online para ajudar essas companhias a desenvolverem uma estratégia de segurança na web.

O software Small Biz Cyber Planner fará uma série de perguntas como “A sua empresa usa cartões de crédito?” e “Sua companhia tem um site público?”. Depois, baseado nas respostas ele irá gerar um guia de planejamento para ajudar as empresas a colocarem em prática algumas políticas de proteção contra ameaças virtuais.

“Com as grandes companhias aumentando suas proteções, as pequenas empresas agora são os alvos mais fáceis para os cibercriminosos”, afirmou o diretor da FCC, Julius Genachoski, durante o evento de lançamento da ferramenta.

O recurso está sendo desenvolvido em parceria pelo Departamento de Segurança dos EUA, a Aliança Nacional de Ciber Segurança, Câmara de Comércio dos EUA, Chertoff Group, Symantec, Sophos, Visa, Conselho de Roubo de Identidade, a FCC e a fornecedora de pagamentos ADP. Ele estará disponível no site da FCC a partir de novembro e será gratuito.

A Comissão Federal de Comunicações não especificou quais tipos de políticas a ferramenta pode recomendar, mas fez referência a uma Planilha de Dicas de Cibersegurança para pequenas empresas que lançou há alguns meses. Ela inclui conselhos básicos do tipo como se certificar que os roteadores Wi-Fi estão seguros, codificar dados nos computadores, instalar programas de proteção e treinar funcionários para não clicarem em links de e-mails enviados por pessoas que não conhecem.

As pequenas empresas precisam ter consciência dos ciberataques, destaca uma pesquisa feita pela Symantec e pela NCSA que também foi publicada na segunda-feira. O custo médio de um ciberataque para uma empresa de pequeno porte em 2009 e 2010 era de mais de 188 mil dólares (330 mil reais), de acordo com o estudo. O levantamento também descobriu que cerca de três quartos das empresas pequenas e médias teriam sido afetadas por ciberataques nesse período. Apesar disso, apenas 52% das pequenas empresas possuem um plano de cibersegurança.

“Essa ferramenta terá um valor especial para companhias que não possuem os recursos para contratar um funcionário apenas para protegê-los de ameaças da web”, afirma Genachowski. “Mesmo um negócio com apenas um computador ou uma máquina de cartão pode se beneficiar desse importante guia.”

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 108 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal