Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/10/2011 - Veja Online / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Madoff reconhece que morrerá na prisão, mas já não pensa em suicídio


Nova York, 27 out (EFE).- O ex-investidor Bernard Madoff, que cumpre pena de 150 anos pela maior fraude financeira da história dos Estados Unidos, reconhece que vai morrer na prisão, mas já não pensa em se suicidar, como teve vontade durante muito tempo.

Foi o que revelou nesta quinta-feira a jornalista americana Barbara Walters em um programa da emissora 'ABC', duas semanas após ter entrevistado Madoff na prisão de Butner (Carolina do Norte), onde cumpre a pena.

'Sei que vou morrer na prisão, mas vivi os últimos 20 anos de minha vida com medo e agora, pela primeira vez, já não tenho medo de ser detido', teria dito o ex-investidor durante a entrevista a Walters, que passou duas horas conversando com Madoff, embora sem a presença de câmeras.

Segundo a jornalista, Madoff diz que sente mais seguro que nas ruas, que os outros prisioneiros lhe tratam com grande respeito, especialmente os mais jovens, e que, além disso, não precisa tomar decisões.

Em outro momento, o ex-presidente da bolsa eletrônica Nasdaq afirma que, nos quatro meses após ser preso, em dezembro de 2008, até sua transferência à prisão de Butner, pensou em suicídio, mas não teve coragem. 'Agora ele diz que, na prisão, já nem pensa nisso. Está mais feliz na prisão', destacou a jornalista da rede 'ABC'.

Justamente nesta semana, a esposa do investidor, Ruth Madoff, quebrou o silêncio em entrevista à emissora 'CBS' ao dizer que tanto ela quanto o marido tentaram se suicidar na noite de Natal de 2008, dias após a revelação da fraude.

Bernard Madoff, de 73 anos, manteve durante duas décadas um esquema de 'pirâmide financeira' através do qual atraiu enormes quantias de dinheiro em troca da falsa promessa de investi-lo e obter elevados lucros, o que causou prejuízos acima de US$ 65 bilhões a clientes no mundo todo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 277 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal