Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/10/2011 - Primeira Edição Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policial e suposto fazendeiro são presos acusados de golpe em leilão na Expoagro


Dois homens foram autuados em flagrante, na noite desta segunda-feira (24), acusados de estelionato e falsidade ideológica. Eles compraram 21 lotes de gado no 10° Leilão Nelore Barros Correia e Convidados, que foi realizado no Parque da Pecuária, no bairro do Prado, onde está sendo realizada a Expoagro.

Segundo a Polícia, um suposto fazendeiro – que usava nomes falsos – e um policial civil do Rio Grande do Norte foram presos pela Polícia Civil, que conseguiu impedir a aquisição dos animais, avaliada em R$ 295 mil.

Juliano de Paula Diniz, que se identificava também como Jefferson Gomes da Silva, Pedro Arthur e Pedro Figueiredo, inclusive usado nome falso para se hospedar no hotel Village Pratagy, em Jacarecica, estava na companhia do policial civil (RN) Arthur Abdon Targino, quando aplicou o golpe. O policial estava registrado no hotel como Álvaro Pereira Filho.

Com os acusados, a Polícia apreendeu quase duas dezenas de cartões de crédito e cheques de contas recentemente abertas no Banco do Brasil e na Caixa. O policial portava uma pistola calibre Ponto 40 (com dois carregadores) e declarou em interrogatório que estava prestando assessoria ao suposto fazendeiro.

O proprietário rural, que afirmou ter fazendas no Rio Grande do Norte e Paraíba, admitiu que estivesse usando nomes falsos porque está com problemas de restrição de crédito.

A queixa contra os acusados foi feita pelo vendedor Aloísio Nogueira de Barros Correia, que desconfiou do golpe.

Após autuar os dois em flagrante, a delegada Maria Aparecida de Araújo determinou a transferência dos acusados para a Casa de Custódia da Polícia Civil, no Jacintinho. A Polícia potiguar foi informada do caso nesta manhã.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 182 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal