Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/09/2007 - Gazeta de Limeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Novo “conto-do-vigário” faz duas vítimas de uma só vez

Por: Assis Cavalcante


Golpistas que agiram na região central na manhã de ontem com o tradicional golpe conhecido como “conto-do-vigário” tiveram o mérito de conseguir fazer duas vítimas ao mesmo tempo, apoderando-se de montantes que somam R$ 3.095 em dinheiro. O caso envolveu as operadoras de caixa E.E.B., 30, do Jardim Anavec e E.F., 25, do Jardim Canaã, que tinham acabado de receber benefícios trabalhistas na agência da Caixa Econômica Federal da Avenida Piracicaba.
O truque para enganar as duas mulheres e pôr a mão em seus pertences foi igual a dezenas de outros já aplicados e comumente difundidos pela imprensa. Mal saíram da agência bancária, as duas amigas perceberam que um homem à sua frente tinha deixado cair um envelope com aparentemente muito dinheiro no interior. Antes de apanhar o malote, foi instigada por outro homem, que chamava a atenção do outro. O primeiro homem voltou-se e disse ser dono do dinheiro.
Dizendo ser filho de um comerciante da cidade, o desconhecido mostrou-se grato pela honestidade das duas mulheres e do homem que o chamou. Prometeu que daria R$ 150 de recompensa a cada um e que até mesmo arrumaria emprego para as garotas no comércio da família. Primeiro mandou o rapaz apanhar a recompensa em determinado local, pedindo-lhe os pertences como garantia de que não o enganaria e que voltaria para o local onde estavam.
Quando chegou a vez das garotas, elas não tiveram como discordar - afinal, a outra pessoa tinha sido bem-sucedida. Não titubearam em entregar suas bolsas, onde havia todos os documentos pessoais de ambas, cartões bancários, cartões de convênios médicos, de clube e celulares. Na bolsa de E.E.B., havia R$ 200 e na de E.F., R$ 2.895, tudo em dinheiro vivo. Elas não acharam o dinheiro e também não reencontraram os golpistas ao retornar onde eles estavam.
Um dos estelionatários (o dono do falso malote) foi descrito como sendo branco, de estatura média, forte, gordo, de cabelos loiros e curtos, aparentando ter entre 18 e 22 anos. Ele usava calça social clara e camisa bege. O outro era moreno, de estatura alta, também obeso, de cabelos pretos e com cerca de 45 anos. Ele usava camisa social com listras brancas e calça social preta. O caso foi registrado no 1o. DP e segue para a sempre difícil investigação de autoria.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 373 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal