Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/10/2011 - Computerworld PT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Retenção fraudulenta de cartões nas ATM aumenta

Nos primeiros seis meses do ano os ladrões de cartões de crédito e débito voltaram a adoptar métodos antigos, como a simulação da retenção de cartões em caixas de ATM, segundo a EAST.

A European ATM Security Team (EAST) tem vindo a alertar os bancos para o aumento do roubo de cartões de débito e crédito,, através da retenção provocada dos títulos nas ATM – durante o primeiro semestre: cada vez mais, os criminosos estão a adoptar métodos e técnicas para prender cartões de débito e crédito em caixas electrónicas, para recuperação posterior. Segundo o grupo a tendência resulta da implantação de medidas de segurança destinadas a assegurar que pormenores do cartão não sejam copiados nas máquinas.

As actividades do tipo “cash trapping” aumentaram em 11 países europeus durante os primeiros seis meses do ano, de acordo com a EAST. O levantamento da organização abrangeu mais de 385 mil ATM em 23 países europeus.

O aumento da retenção criminosa de dinheiro contribuiu para a quase duplicação dos ataques de fraude registados em máquinas ATM, registados pela EAST. Verificou-se um total de 11 220 incidentes até ao final de Junho, em comparação com 6649 ataques durante os primeiros seis meses do ano passado. Dos ataques de 2011, cerca de 6 756 deveram-se retenção criminosa de dinheiro.
A EAST avança ainda que o referido tipo de fraude representou apenas 0,4 % das fraudes, ligados a perdas no valor de menos de 500 mil euros. Segundo o organismo, o total de fraudes em ATM ascenderam a 112 milhões.

Os cartões podem ser retidos em caixas ATM de várias maneiras. Um dos métodos é colocar um dispositivo na máquina, composto por um fio, fita adesiva ou arame, para manter o cartão dentro. Mais este é recuperado usando pinças. O PIN pode ser obtida através da observação ou colocando um dispositivo de sobreposição no teclado preparado para gravar códigos de PIN.

Durante o mesmo período, o número de ataques do tipo “skimming” caiu 33%, o nível mais baixo registado em três anos. Neste género de esquema a banda magnética de um cartão é copiada para codificação num cartão falso. Muitos bancos têm caixas electrónicas preparadas para as tornar mais difícil anexar dispositivos.

As armadilhas para retenção de cartões podem ser menos frutuosas para os criminosos, do que skimming: as vítimas perdem imediatamente os seus cartões, e entram em contacto com os seus bancos. No caso de o cartão ser “copiado”, os clientes dos bancos estarão inconscientes dos riscos durante mais tempo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 270 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal