Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

18/10/2011 - D24am Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal apreende cigarros falsificados em Manaus

Por: Carlos Eduardo Matos

Polícia prendeu 7 e confiscou 300 mil carteiras do produto que causava ainda mais danos à saúde e tinha selos falsos de impostos.

Manaus - A Polícia Federal (PF) do Amazonas apreendeu ontem, em Manaus, cerca de 300 mil carteiras de cigarros, uma parte importada ilegalmente do Paraguai e outra parte com selos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) falsificados.

As mercadorias eram vendidas em lojas atacadistas no Centro da cidade, nas zonas oeste e leste, principalmente na Avenida Desembargador Hilário Gurjão, bairro Jorge Teixeira, no trecho conhecido como ‘Rua do Fuxico’.

Segundo o chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários (Delefaz), delegado federal Domingos Sávio, durante o cumprimento dos 17 mandados de busca e apreensão em Manaus, sete pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de falsificação e contrabando, entre elas, os comerciantes José Eudásio de Deus, o ‘Zequinha’, e Risonildo da Silva Passos, apontados como líderes do bando.

Além dos cigarros, a PF apreendeu R$ 70 mil em cédulas. A operação, chamada de ‘Filtro’, foi desencadeada em Manaus, Porto Velho (RO) e Cuiabá (MT) e cumpriu 23 mandados de busca e apreensão. Nestas duas outras cidades, foram apreendidos documentos e computadores.

De acordo com Sávio, o grupo era investigado desde janeiro, mas atuava há vários anos. “Os cigarros com selo de IPI falso são fabricados em São Paulo por empresas de fundo de quintal. Isso faz com que os danos à saúde humana sejam ainda maiores”, explicou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 271 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal