Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

20/10/2011 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário é preso em flagrante na frente da delegacia por falsa venda de gado

Por: Diego Alves


Policiais do 7º DP prenderam em flagrante na tarde desta quarta-feira (19) Sidnei Rodrigues de Souza, 38 anos, que aplicava golpe de falsa venda de gado. Ele foi preso ao negociar com uma das vítimas, com quem marcou encontro numa loja que fica na frente da delegacia, na avenida Julio de Castilho. Só que o comprador do gado inexiste já havia feito contato com os policiais relatando o caso, depois de estranhar a proposta do “vendedor”.

De acordo com a polícia, Sidnei escolhi as vítimas a partir de uma lista de pecuaristas que ele pegou na Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). Ele ligava para o produtor, dizia que tinha garrotes para vender e, para que o comprador checasse, Sidnei fornecia outros números de telefone que pertenciam a ele mesmo. O comprador ligava e, disfarçando a voz, o próprio Sidnei informava que a pessoa poderia efetuar a compra sem medo.

Quando o comprador retornava para prosseguir com o negócio, Sidnei marcava uma visita para o comprador ver o gado. Só que, antes da data marcada, ele voltava a ligar para o comprador, dizendo que havia sofrido uma fatalidade como a morte da mãe ou da esposa, e pedia um adiantamento para ajudar nas despesas com traslado de corpo, velório ou funeral da pessoa “morta”.

As vítimas que caíam no golpe eram então orientadas a efetuar depósito na conta de um terceiro, a quem Sidnei oferecia R$ 200 em troca do “empréstimo” da conta. De acordo com a polícia, o titular dessa conta bancária era terceiro de boa fé, ou seja, não teria conhecimento do golpe em andamento.

A partir da prisão de Sidnei, pelas ligações do celular dele, a polícia localizou uma das vítimas, um produtor de Sidrolândia, que havia “adiantado” ao golpista R$ 2,8 mil referentes à compra de dez garrotes, cujo valor total chegaria aos R$ 8,3 mil. O dinheiro foi recuperado.

Ainda segundo a polícia, na 4ª DP, nas Moreninhas, outra vítima registrou boletim de Ocorrência por cair no golpe de Sidnei. Esse pecuarista chegou a depositar os R$ 8 mil pedidos pelo estelionatário.

Sidnei tem 15 passagens por estelionato e já foi preso pela prática do mesmo golpe em 2009.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 161 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal