Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/10/2011 - Jornal Dia a Dia / CarbonoBrasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

ONGs denunciam que mercados de carbono são playground para fraudadores

Por: Fernanda B. Muller


As ONGs Corporate Europe Observatory e Carbon Trade Watch, que acompanham o mercado europeu de carbono, examinaram as reformas que estão sendo propostas para sua regulamentação após vários episódios de fraudes e analisaram o papel do lobby corporativo na tentativa de influenciar o processo.

“Os mercados de carbono são um parque de diversões para fraudadores e especuladores”, lamentou o autor do relatório ‘Letting the market play’ Oscar Reyes.

“A Comissão Europeia adotou uma abordagem deliberadamente leve para a regulação do sistema europeu de comércio de emissões desde seu lançamento em 2005”, porém a série de fraudes tornou esta posição “insustentável.

A Comissão propôs medidas para melhorar a segurança do esquema, “que antes era tão permissivo que era mais fácil se tornar um trader de carbono do que abrir uma conta no banco”, explica o grupo.

Mas as novas regras do mercado também não são suficientes, alega o relatório, permitindo “acobertar evidencias de fraudes e manipulação”, já que os números seriais dos créditos de carbono não devem ser revelados.

O grupo critica que a Comissão levou tempo demais para identificar o carbono como uma commodity suscetível a grande especulação e chama atenção para o lobby feito pela Associação Internacional de Comércio de Emissões e pelo BusinessEurope contra a regulamentação do sistema.

“Este relatório documenta como o lobby do setor financeiro tem sido levado pelo desejo de encontrar novas oportunidades para a especulação no mercado de carbono, não importando o que for preciso”, denuncia.

Algumas batalhas estão sendo perdidas pelos lobistas, pondera o relatório, e tudo indica que os créditos devem ser incluídos na Diretiva de Mercado para Instrumentos Financeiros.

“Entretanto muitas brechas ainda permanecem na regulamentação financeira do mercado de carbono…fundamentalmente, o comércio de emissões introduz especulação em sua formulação e não tem cumprido seus objetivos. É preciso ‘desfinancializar’ as políticas climáticas”, conclui.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 136 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal