Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/10/2011 - Agência Financeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cinco maneiras de evitar fraude de identidade

Certifique-se que ninguém conseguirá descobrir o código do seu cartão. Não guarde facturas e recibos sem necessidade.

Existem métodos para não ser um alvo fácil dos criminosos que procuram apoderar-se de contas bancárias, cartões de crédito e outras formas de obter dinheiro em nome alheio.

O jornal britânico «This is Money» fez a lista das formas mais fáceis de se defender contra as fraudes de identidade.

Conheça a lista, abaixo:

1 - Avise as companhias quando muda de endereço

Uma das formas mais fáceis de alguém assumir a identidade alheia é interceptar correspondência. Assim, sempre que mudar de casa, faça questão de informar o seu banco, as empresas de água e luz e todas as pessoas que possam enviar-lhe recibos ou facturas.

Pense nisso. Para abrir uma conta ou fazer um crédito precisa de pouco mais do que uma factura do gás para provar a residência.

Se, ao mudar de casa, se esquecer de actualizar a informação, a caixa do correio antiga vai ficar atolada de papéis que revelam dados pessoais que não devem ser públicos.

A partir daí, só é preciso uma pessoa desonesta que pegue nesses dados e os utilize contra si, usando a sua identidade.

2- Avise os vizinhos

Pela razão anterior, se for de férias, peça a um vizinho de confiança para recolher toda a correspondência que recebe, para evitar que ela fique fora da caixa do correio.

É um risco grande deixar os seus extratos bancários e facturas ao alcance de qualquer pessoa.

3- Destrua a «papelada» antiga

Já que não pretende que tenham acesso às suas informações pessoais, a mesma publicação sugere que destrua toda a papelada antiga que até agora guardava.

É simples: os recibos antigos contêm detalhes sobre cartões de crédito e de débito ou contas antigas onde constam a sua morada e nome.
Lembre-se também de cortar os cartões que já não usa e de cancelá-los no balcão do seu banco.

4- Verifique os saldos

Não perder o rasto ao dinheiro é essencial.
Verificar regularmente os movimentos de conta é uma forma fácil e eficaz de controlar o que se passa na sua conta, em que alturas e onde fez pagamentos ou levantamentos, e se todos eles foram efectuados por si.

5- Certifique-se que o pin é indecifrável

Não escolha o pin dos cartões com base em datas de nascimento de filhos ou familiares, nem mesmo o componha com dígitos fáceis de adivinhar, como «1234».

Mais uma vez, a responsabilidade está nas mãos do portador dos cartões, que deve fazer tudo para garantir que o pin se mantém secreto e impossível de ser violado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 491 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal