Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/10/2011 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Palocci é investigado por lavagem de dinheiro

Ex-ministro-chefe da Casa Civil terá que se explicar sobre aluguel de apartamento que pertence a um suposto ‘laranja’ que responde a processo por fraudes e crimes tributários.

São Paulo - Quatro meses após renunciar ao cargo de ministro-chefe da Casa Civil, por suspeita de enriquecimento ilícito, Antonio Palocci tornou-se alvo de nova investigação. O Ministério Público de São Paulo confirmou ontem que abriu procedimento investigatório para apurar suspeita de envolvimento dele em esquema de lavagem de dinheiro. Um dos proprietários do apartamento que ele alugava em São Paulo é réu em processos por fraudes e crimes tributários.

O procedimento começou após análise de documentos sobre o imóvel solicitados a partir de representação do deputado estadual Pedro Tobias (PSDB-SP). A petição do tucano se baseou em reportagem da revista ‘Veja’ que apontou que os donos do apartamento, avaliado em R$ 4 milhões, teriam sido “laranjas” de operações financeiras irregulares.

A defesa do ex-ministro afirma que Palocci negociou o aluguel com imobiliárias e nunca teve contato com os proprietários do apartamento. Os advogados dizem ainda que Palocci decidiu romper o contrato e deixou o apartamento em julho, ao saber das denúncias.

A atual investigação não tem ligação com inquérito civil do Ministério Público Federal sobre suposto enriquecimento ilícito. Palocci deixou o cargo em junho, após a revelação de que o seu patrimônio aumentou em 20 vezes em quatro anos.

Há uma semana a Procuradoria da República no DF informou que, diante de novas provas, avaliava a possibilidade de reabrir o inquérito criminal arquivado em junho.

Vassouras voltam à orla do Rio

As vassouras da “faxina’ contra a corrupção entram novamente em ação hoje na orla da Zona Sul do Rio. Protesto mobiliza 25 cidades em todo o País através de redes sociais na Internet. Um dos organizadores, o Rio de Paz faz um pedido especial aos moradores de Copacabana: que coloquem vassouras do lado de fora da janela, para demonstrar apoio ao movimento. A concentração acontece no posto 4 da Praia de Copacabana, às 13h. Os manifestantes saem em caminhada às 14h, rumo ao posto 2. No dia 20 de setembro, ato na Cinelândia reuniu mais de 2.500 pessoas , e oito dias depois protesto cercou o Congresso com 594 vassouras.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 457 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal