Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/10/2011 - Brazilian Voice Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DMV recebe prêmio por combate à fraude em Randolph – NJ

Por: Leonardo Ferreira


Um residente em Mississippi tentou apresentar um documento de identificação falso, entretanto, havia um problema: Sua carteira de motorista continha sua foto ao lado da namorada. A maioria das vezes, tentativas de fraude envolvendo do documento não são tão óbvias.

A New Jersey Motor Vehicle Commission (DMV) anunciou na terça-feira (4) concedeu um prêmio de excelência por medidas de segurança que mantenham afastados terroristas e falsários. A comenda dada pela Coalisão por Carteiras de Motorista Seguras, sediada em Washington-DC, na educação e prevenção de crimes, criada após os ataques terroristas de 11 de setembro, homenageou o DMV por 3 conquista no combate à fraude: 1) Segurança e integridade na emissão digital de carteiras de motorista, lançada em maio; 2) introdução de medidas no combate à fraude; e implementação de um processo efetivo de identificação.

Joe Vasil, que coordena o New Jersey MVC’s Fraudulent Document Training Unit, explicou que os empregados são treinados para distinguir a diferença entre documentos falsos e válidos, observando hologramas, marcas d’água e imagens ultravioletas.

“Para o criminoso, seja terrorista ou alguém cometendo roubo de identidade ou menor de idade, o primeiro passo é conseguir um documento válido”, disse Vasil, que já treinou mais de 18 mil agentes durante os últimos 5 anos.

“Não estamos emitindo uma carteira de motorista baseados somente em alguém nos entregando uma aplicação e acreditando que seja ele”, acrescentou ele.

Alguns documentos falsos confiscados incluem algumas palavras cobertas com corretor (Wite-Out) ou New Jersey soletrado “New Yersey”, detalhou Vasil.

Um cliente que tentava a transferência de título de um veículo apresentou um documento que tinha pelo menos 5 palavras escritas incorretamente, frisou ele. “Comissário’ estava escrito errado. Carteira estava escrita de forma incorreta; parecia que uma criança no quarto nível escolar havia escrito aquilo”, disse Vasil.

“Em meu trabalho, tenho que agir de modo certo todos os dias”, concluiu. “Não posso me dar ao luxo de fazer errado”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 112 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal