Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/10/2011 - Monitor Mercantil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SEC não perdoa família que se apropriou de apenas US$ 178 mil

Por: Nelson Priori


Até agora, a Comissão de Valores Mobiliários nunca processou um consultor de investimento que, com documentos fraudados, tenha mentido para aos clientes, se bem que, na semana passada, o regulador brasileiro mostrou que o mercado brasileiro não é perfeito, pois alguns dos participantes de vez em quando cometem malfeitos. A Securities and Exchange Comission descobriu que Kurt Hovan se apropriou de mais de US$ 178 mil, alegando usar tais recursos para pagar pesquisa para os investimentos dos seus clientes. Na realidade, o consultor usou US$ 65 mil dessa quantia para pagar o aluguel de escritório e o resto para o dos equipamentos de computação, além de US$ 166,67 mil para o salário de seu irmão num período de dez meses, entre 2008 e 2009.

Quando a SEC começou a investigação e solicitou a documentação para fazer backup, Hovan criou falsos relatórios de pesquisa. Depois disso, o regulador acusou Kurt, sua esposa Lisa Hovan e o irmão Edward Hovan por participação no esquema fraudulento de Hovan Capital Management (HCM). A SEC sempre fez questão de ressaltar a sua capacidade de rever os registros de profissionais de investimento, considerada como a pedra angular da missão a proteção dos investidores. E enfatiza sua visão particularmente obscura daqueles que, além de fraudar os investidores, fornecem informações falsas aos fiscais.

Kurt e Lisa Hovan haviam falsamente divulgado aos clientes que HCM usaria a devolução de corretagens apenas para serviços de pesquisa. Para disfarçar o desvio, os três Hovans criaram uma empresa de fachada, a Bolton Research, secretamente controlado por Edward Hovan, para ser responsável pelas pesquisas que nunca foram realizadas. Tudo terminou quando, em janeiro do ano passado, os investigadores da SEC solicitaram os relatórios. Foi aí que Kurt Hovan aumentou seus problemas, pois rapidamente elaborou inúmeras pesquisas falsas. Agora, Kurt Hovan, Lisa Hovan, Edward Hovan e HCM enfrentam acusações de violação ao disposto nas leis federais antifraudes para valores mobiliários.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 137 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal