Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

30/09/2011 - Jornal do Povo de Três Lagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Trio acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado é preso

Por: Levi de Oliveira


O trio fez uma vítima na quarta-feira em Três Lagoas O trabalho conjunto das policiais Civil e Militar nesta sexta-feira (30) permitiu a prisão de um trio acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado em cidades paulistas e de Mato Grosso do Sul. Iranildo Costa de Freitas, 28 anos, Eder Clemente da Silva (35) e Osória Peres, de 64 anos, foram presos em um posto de combustível na BR-158, entre Selvíria e Três Lagoas, após aplicarem um golpe em Ilha Solteira (SP).

A Osória se fazia de idosa analfabeta e que estava com um bilhete premiado em mãos. Pedia ajuda para a suposta vítima e prometia uma gratificação caso ela ajudasse a receber o prêmio. No último golpe aplicado em uma mulher em Ilha Solteira, o trio levou R$ 1,5 mil e não satisfeitos, ainda furtaram a bolsa da vítima contendo dinheiro, um celular e documentos.

A polícia de Selvíria foi acionada e imediatamente policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e Rondas Ostensivas Táticas do Interior (Rotai) de Três Lagoas iniciaram o cerco aos marginais que estavam em um veículo Crossfox. Iranildo e Eder foram localizados em um posto de combustível, próximo a ponte do Rio Sucuriú. A idosa foi localizada escondida na sede de uma fazenda, distante cerca de 400 metros de onde se encontravam seus comparsas.

Os três são da cidade de Rio Claro (SP) e de acordo do delegado Messias Pires dos Santos Filho, de Selvíria, que fez o flagrante dos golpistas, na quarta-feira (28) eles aplicaram o golpe do bilhete em uma pessoa de Três Lagoas, mas ainda não se tem a identificação da vítima. A polícia trabalha agora para chegar a essa vítima e assim elaborar um inquérito policial sobre a ação dos acusados em território sul-matogrossense.

Iranildo e Osória já tiveram passagens pela polícia pelo crime de estelionato e o terceiro envolvido, Eder Clemente, acredita o delegado Messias, deve estar escondendo sua real identidade, tendo em vista que não portava documentos. Os três golpistas foram encaminhados para a delegacia de Ilha Solteira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 144 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal