Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/09/2007 - Agência Financeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Clonagem leva ao cancelamento de 13 mil cartões


Mais de 13 mil cartões bancários, de débito e de crédito, foram cancelados, no espaço de um ano, em Portugal, por suspeita de terem sido clonados.
A autoria das contrafacções é atribuída pelo Ministério Público a um grupo de origem romena, com sede «operacional» em Espanha, que classifica de «extremamente organizado» e diz ser composto de «inúmeros membros», refere o «Jornal de Notícias».

O modus operandi é sempre o mesmo. Depois dos cartões clonados, o que normalmente é feito em postos de abastecimento de combustíveis, as contrafacções são distribuídas por vários indivíduos que na mesma data e com início à mesma hora, fazem levantamentos, em caixas multibanco, em diversos pontos do país e no estrangeiro.

O facto da operação decorrer em simultâneo e de forma sincronizada evidencia «grande organização» e dificulta a detecção dos indivíduos, segundo afirmou o representante da entidade gestora dos cartões bancários, Unicre, durante o julgamento de um indivíduo que foi apanhado, em Coimbra, a fazer levantamentos com cartões clonados. Lembrou, a propósito, que em Portugal só foram detidos, até agora, dois indivíduos quando estavam a usar os cartões. Um deles, eslovaco, está agora a ser julgado no Tribunal de Coimbra.

Os 45 cartões clonados que foram encontrados na posse do arguido, e com os quais já teria feito levantamentos na ordem dos dois mil euros, pertenciam a um lote que terá sido obtido a partir da manipulação, por parte do grupo, de um terminal de utilização da rede Multibanco instalada num posto de abastecimento de combustíveis, na Mealhada.

Através da instalação de dispositivos electrónicos de leitura de elementos bancários, os suspeitos, cuja identidade não foi apurada, conseguiam memorizar os códigos secretos digitados pelos clientes que pagavam com cartões de débito e de crédito.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 405 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal