Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/09/2011 - Anastácio Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher aplicar golpe da rifa solidária em três municípios


Uma mulher de 42 anos foi presa na tarde desta segunda-feira (19) após aplicar golpes em Juti, Caarapó e Dourados. Solange é acusada pela Polícia Militar de vender rifas falsas com o apelo de custear o tratamento de leucemia do um filho.

No entanto, ela não tem nenhum filho com câncer e, de acordo com a PM, aplicava o golpe com freqüência para conseguir dinheiro. Cada rifa era vendida por R$ 10 e o suposto prêmio seria uma novilha de dois anos.

Ao menos 64 pessoas já tinham caído no golpe, somente em Juti. Ela disse que já havia gastado todo o dinheiro.

O golpe só foi descoberto quando Solange contou a falsa história para uma fiscal de saúde, sem saber da profissão da vítima. A golpista dizia aos compradores que já tinha procurado ajuda do serviço público de saúde, mas não tinha conseguido atendimento e por isso precisava vender as rifas.

A fiscal de saúde ficou comovida com a história e procurou o secretário de saúde, que foi atrás do suposto endereço da golpista para oferecer ajudar. No entanto, a casa da mulher não foi encontrada e o golpe foi denunciado para a Polícia.

Solange foi presa nas imediações da cidade de Juti, quando tentava aplicar mais golpes. Ela é natural de Campina Vede/MG, mas mora em Dourados/MS e já passou por diversos municípios de Mato Grosso do Sul.

Durante o flagrante, ela ainda tentou dizer que o dinheiro era para o tratamento de um filho com dependência química, mas segundo a PM, depois confessou que a pratica do golpe era para seus próprios gastos. O filho dependente químico está internado em Campo Grande e recebe tratamento gratuito, segundo os policiais.

A golpista tem passagens por vias de fato, discriminação e envolvimento com tráfico de drogas, sendo cada autuação em município diferente. Ela foi encaminhada para a Cadeia Pública de Caarapó.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 188 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal