Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/09/2011 - O Globo Online / Blogue Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Solitária se apaixona por homem na internet e perde todas as economias

Por: Fernando Moreira


A inglesa Sonia Richards estava se sentindo muito solitária após o fim do casamento. Presa fácil, acabou nas garras de um "empresário londrino Jack Briggs", de 49 anos, que ela conhecera em um site de paquera. Totalmente apaixonada, a mulher de 57 anos de Liskeard (Cornuallha, Inglaterra), que estava vivendo no Canadá, perdeu o equivalente a 40 mil reais, na tentativa de ajudar o tal Jack, que na verdade era o nigeriano Oje Ilaboya. A foto usada por ele no site era a do ator e modelo americano Robert Frost.

"Em uma noite eu estava me sentindo especialmente mal. Ele então surgiu no bate-papo do site, levantou o meu astral e fez com que eu me sentisse mais feliz", contou Sonia ao site "Small World".

Depois disse, Sonia foi vítima de uma série de golpes. Em um deles, "Jack" disse estar em um hospital por causa de apendicite, precisando de 2.200 reais para pagar as despesas médicas. Sonia enviou.

Em seguida, a inglesa financiou a suposta compra de um terreno no Oeste da África. No golpe mais forte, "Jack" convenceu Sonia a enviar 19 mil reais , afirmando ter sido preso por engano. Ele disse precisar da quantia para pagar o valor da fiança. Sonia foi solidária novamente...

Eles já conversavam por telefone. Mas Sonia não suspeitou do sotaque do tal "britânico"? Até para isso o golpista tinha resposta: a mãe era da Romênia e ele tinha sido criado lá. E a inglesa acreditou.

Quando mostrou a amigas a suposta foto do paquera, a revelação... Uma delas identificou Robert Frost. A mulher ligou para o tal "Jack" e disse que ele jamais voltasse a perturbar Sonia.

Mas o falsário continou ligando e, anfim, admitiu ser nigeriano.

Apesar do golpe, Sonia, que estava voltando para a Inglaterra, ainda enviou 215 reais para que ele comprasse um terno novo e pagasse o visto britânico.

O nigeriano afirmou que havia comprado passagem e deu detalhes do voo. Sonia entou entrou em contato com um amigo que trabalha para a companhia aérea.

"Meu amigo me confirmou que tudo era falso".

Oje tentou se justificar: o vulcão islandês (aquele impronunciável, lembra?) era o motivo do atraso.

Ele nunca apareceu... Obviamente.

"Sorte eu ter duas filhas que me ampararam", disse a vítima, que criou um site para alertar outras solitárias em busca de um novo amor na web.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 209 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal