Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/08/2011 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Espertalhões usam "falsos fenômenos" para enganar as pessoas

Relembre alguns casos de estelionatários pelo mundo com seus feitos “extraordinários”.

Foi desmascarado pela imprensa de seu país um mexicano que faturava alto enganando dezenas de pessoas ao dizer que capturou uma fada viva, enquanto mostrava em troca de dinheiro uma boneca de brinquedo. É comum que estelionatários abusem das boas intenções das pessoas pelo mundo com falsos feitos “extraordinários”.

Um dos casos de maior mobilização internacional foi da libanesa que chorava cristais. Hasnah Mohamed Meselmani ficou famosa como a menina que produzia – e expelia – até sete pedras por dia. Elas apareciam quase que milagrosamente de seus olhos sem aparentemente feri-los, apesar de afiadas.

Uma grande comoção agitou o mundo árabe. Autoridades religiosas e cientistas procuravam resposta para o enigma. E ela não tardou a aparecer: tudo era uma fraude. A própria garota de 12 anos admitiu a enganação e disse que, com o apoio dos pais, ela mesma colocava os cristais nos olhos.

A descoberta frustrou muita gente que já dava a menina como santa, além de indignar a comunidade médica, já que a jovem poderia ter ficado cega.

Outro episódio, este ocorrido no Brasil, ficou famoso. Em 2002, uma imagem foi descoberta na janela de uma casa em Ferraz de Vasconcelos, periferia leste da grande São Paulo. A mancha no vidro lembrava a virgem Maria, mãe de Jesus, mobilizando milhares até o local para rezar.

Apesar de os donos do imóvel não ter ganhado dinheiro com a peregrinação, descobriu-se que a suposta imagem era uma mancha causada por uma espécie de corrosão pela água da chuva e por altas temperaturas.

A conclusão veio após o resultado de um estudo científico pedido pela Diocese de Mogi das Cruzes.

Intrigantes, mas reais

No entanto, não dá para dizer que todos os fatos intrigantes são falsos. Um dos exemplos é o caso do americano Calvino Inman, que veio à tona em 2008. Na época com 15 anos, ele começou a chorar lágrimas de sangue pelo menos três vezes ao dia.

Os médicos não conseguiram identificar qual o distúrbio que provoca o fenômeno, mas dizem que existem relatos de outras pessoas que já apresentaram a mesma doença.

Outro garoto que espantou o mundo, apresentado pelo Domingo Espetacular, da Rede Record, em junho, é do “menino ímã”, da Croácia. O garoto de seis anos é capaz de grudar no corpo todos os tipos de objetos metálicos, até mesmo uma frigideira.

O mesmo fenômeno aconteceu com Sibin Ivanovic, de 66 anos, estava na mesa de cirurgia de um hospital na Sérvia passando por uma operação quando seu coração parou de bater, fazendo com que os médicos usassem um desfibrilador para contornar o problema.

Tudo deu certo pra Ivanovic, mas o choque em seu coração rendeu um inesperado efeito colateral: o homem passou a atrair objetos de metal, assim como o pequeno croata.

O sérvio, então, começou a fazer novos testes e percebeu que conseguia fazer com que pequenas peças de metal – como talheres – aderissem à sua pele.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 237 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal