Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/08/2011 - Jornal Floripa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

ONG indiana cria site para 'confissão' de propinas


Uma organização sem fins lucrativos da Índia decidiu apelar à internet -e à sinceridade dos cidadãos- para combater a corrupção endêmica no país.

O site "I paid a bribe" (eu paguei propina) foi criado em 2010 e oferece um espaço para os cidadãos indianos relatarem os momentos em que tiveram que pagar a mais para conseguir algum serviço público.

A ideia é dar um relato detalhado, com valor exato, o tipo de serviço, a localização e a frequência. O resultado é uma espécie de mapa da corrupção, no qual os interessados podem buscar por cidade, departamento ou tipo de transação.

"Nós vamos usá-los para tentar melhorar os sistemas de governança e procedimentos, reforçar a aplicação da lei e reduzir o espaço para corrupção na obtenção de serviços do governo", diz o site, criado pelo Centro pela Cidadania e Democracia Janaagraha, sediado em Bangalore e que visa a incentivar a participação dos indianos na governança pública.

O relato da propina pode ser de qualquer época e não é necessário colocar nome. Até o momento da publicação desta reportagem, foram 12.329 histórias em 430 cidades e 21 departamentos.

O site faz ainda as contas da corrupção, que causou aos bolsos indianos um prejuízo de 312.271.021 rupias indianas (cerca de R$ 10,9 milhões). A ideia é conscientizar a população indiana da extensão dos danos de uma prática socialmente aceita.

"Uma pessoa que vivencia corrupção em pequena escala tem seu espírito corrompido", disse um dos fundadores do site T R Raghunandan, ao jornal "Washington Post". "Quando seu espírito está corrompido, você tende a aceitar outras formas de má governança também."

Para os aflitos, o site oferece os conselhos do Sr. Raghu sobre como agir caso uma propina seja cobrada.

O "I paid a bribe" permite ainda relatos de pessoas que não tiveram de pagar propina ou que simplesmente se recusaram, uma forma de destacar também os políticos e funcionários públicos honestos do país. Estes relatos, contudo, são menos numerosos -somam 1813, ou 14% do total.

PROTESTOS

Há cerca de três semanas, a oposição paralisa o Parlamento indiano, parte de uma onda de protestos populares contra as suspeitas de fraude do governo na licitação de serviços de telefonia móvel e na organização dos Jogos da Comunidade Britânica de 2010. As fraudes teriam custado mais de R$ 60 bilhões ao país.

As manifestações ganharam força na terça-feira (16), com a prisão do ativista indiano Anna Hazare. Dezenas de milhares de pessoas foram às ruas em diversas cidades em apoio ao ativista, que, após acordo com a polícia, iniciou uma greve de fome de 15 dias para tentar forçar o governo a melhorar sua lei anticorrupção.

O governo do premiê Manmohan Singh defende a reação das forças de segurança, que detiveram centenas de manifestantes, e nega que esteja tentando sufocar protestos democráticos. Ele afirma ainda que a greve de fome de Hazare é "totalmente mal concebida".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 192 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal