Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/07/2011 - Correio do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Uma vida de rico com nome e documentos falsos em Jaraguá do Sul

Por: Carolina Carradore

Após prisão de estelionatário, Polícia investiga forte esquema que envolve lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Ele desfilava com veículos top de linha, se hospedava em hotéis e tinha uma facilidade imensa para comprar em concessionárias veículos com 100% de financiamento. A vida boa do foragido do presídio de Jaraguá do Sul, Djalma Pedro Machado, 39 anos, acabou essa semana, depois de ser preso quando tentava adquirir um terceiro veículo, em Joinville, usando documentos falsos. Após sua prisão, o delegado Weydson da Silva investiga um forte esquema de estelionato, lavagem de dinheiro e até um possível tráfico internacional de droga.

A investigação iniciou há cerca de dois meses quando um proprietário de apartamento na Vila Lalau comunicou à Polícia que seu inquilino, que se apresentou com o nome de Afonso Jacinto Anton, sumiu sem pagar aluguel. O delegado achou estranho quando descobriu que o inquilino tinha em seu nome dois veículos zero quilômetro com endereço de Rio Negrinho. A suspeita aumentou quando, com uma cópia da chave do apartamento, a Polícia localizou no imóvel apenas uma mesa, cadeira e um telefone fixo. “O telefone era para ter um comprovante de residência para garantir os financiamentos”, comenta delegado. No local, foi encontrado também um tablete com resquícios de crack. Durante as investigações, a equipe policial descobriu que o homem havia adquirido em uma concessionária de Jaraguá, um veículo 100% financiado, no valor de R$ 36 mil. Em outra concessionária, ele comprou outro carro sem entrada, avaliado em R$ 32 mil. A Polícia desconfia que os veículos eram usados para transporte de drogas.

Golpe premeditado com documentos de ex-funcionário

Através de investigações, o delegado descobriu três endereços em nome de Afonso, em Joinville. Com mandado de busca e apreensão, essa semana foi localizado em um dos locais, documentos falsos em nome de Afonso Jacinto Anton e documentos verdadeiros de Djalma Machado. Ele foi preso quando tentava adquirir um terceiro veículo, em uma concessionária de Joinville.

Djalma confessou que adquiriu os carros utilizando documentos falsos de Afonso, que foi seu ex-funcionário. Disse também que vendeu os dois veículos por R$15mil.

Boa fé- Djalma já teve em seu nome oito empresas, todas no ramo de madeira. “Desconfiamos que muitas foram usadas para lavagem de dinheiro. Algumas ele chegava a contratar funcionários para mostrar licitude”, diz Weydson.

Afonso trabalhou em umas delas e Djalma devia ao ex-funcionário R$ 1 mil por conta de uma ação trabalhista. Esse ano, ele viajou até Rio Negrinho e pediu mais dados de Afonso, que na boa-fé concedeu, acreditando que seria para ganhar o dinheiro que lhe era devido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1456 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal