Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/03/2006 - Ùltima Hora News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tentativas de estelionato crescem em Campo Grande

Por: Rodrigo Nascimento


A Polícia Civil de Campo Grande registrou pelo menos cinco tentativas de estelionato nas últimas 24h. Em grande maioria, as vítimas não chegaram a ter prejuízos, mas a ousadia e a inteligência dos criminosos surpreende a polícia e faz cada vez mais vítimas.

A primeira tentativa registrada no último plantão aconteceu no dia 28/03, quando a vítima Rosaria Moraes Miranda, de 69 anos, recebeu um telefonema de um homem que se identificou como Antônio Correa Castro, advogado residente na cidade de Brasília. Ela falou a vítima que ela teria ganho um processo na cidade de Belo Horizonte, no valor de R$ 45 mil e que para receber ela teria que entrar em contato com o Coronel Osório. Ao entrar em contato com o suposto militar Rosaria foi informada pelo mesmo que ele tinha tentado entrar em contato com ela, mas o número de sua residência estaria errado. A vítima informou que o Cel. Osório disse que tinha pago as custas processuais nos últimos 9 anos e que faltaria apenas a quantia de R$ 842, 00 para que ela recebesse o dinheiro. Ele pediu para a senhora Miranda lhe mandar uma procuração e uma autorização de débito em conta nos próximos 120 dias. Ela procurou o 1° DP e registrou a ocorrência.

Outra que merece destaque aconteceu também no dia 28/03. Wilton Azambuja Guimarães, de 52 anos, proprietário da Casa do Vapor Industrio a e Comércio, foi procurado por uma pessoa que afirmou ser da Secretaria de Fazenda e lhe pediu a quantia de R$ 6.000,00 para a publicação de cartilhas informativas sobre o fisco. O estelionatário, identificado como Falcão teria sido indicado pelo Frigorífico Comarelli, de onde Azambuja é cliente, a procurar pelo empresário. Ficou acertado que a Casa do Vapor publicaria 1000 cartilhas a um valor de R$ 600,00, que foi passado em dois cheques. Ao entrar em contato como Frigorífico e com a Agencia Fazendária, Wilton Azambuja foi informado de que nada daquilo era verídico. Ele então sustou os cheques e não teve prejuízos.

A Polícia Civil da Capital alerta para a população sempre desconfiar de telefonemas que prometem grandes somas de dinheiro e nunca passar os dados pessoais, como RG e CPF, a pessoas estranhas. Os policiais investigam todos os casos, mas ate agora ninguém foi preso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 685 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal