Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/08/2011 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha que fraudava INSS recebe nova condenação

Esquema foi exposto em 2008 pela Polícia Federal; integrantes foram condenados por corrupção passiva e estelionato.

O Ministério Público Federal aumentou a pena de quatro dos cinco integrantes de uma quadrilha que fraudava o INSS, na região de Ribeirão Preto. Eles foram condenados pelos crimes de corrupção passiva e estelionato.

A Justiça manteve a prisão preventiva de Reginaldo Batista Ribeiro Junior e José Donizete Costa. Somada à condenação anterior, a pena de Ribeiro Júnior atinge 43 anos. Já José Donizete e Fernando Guissoni Costa cumprirão 27 anos de cadeia. A pena atualizada de Ademir Vicente é de 21 anos. O quinto integrante da quadrilha, Wanderley Vicente, não foi denunciado neste processo.

Esta é a segunda condenação do grupo, que, em 2010, teve sentença confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região por 60 fraudes no auxílio doença. Em 2008, quando a quadrilha começou a ser investigada, o prejuízo aos cofres públicos era estimado em R$ 350 mil, segundo a Polícia Federal.

A “Operação 24 de Janeiro”, como ficou conhecida, expôs, em outubro de 2008, um esquema liderado por Reginaldo Batista Ribeiro Junior, então servidor da Agência do INSS em Ribeirão Preto. Nas investigações da PF, constatou-se também a participação de José Donizete Costa, Fernando Guissoni Costa, Wanderley Vicente e Ademir Vicente, ex-jogador do Comercial, Corinthians e Botafogo (RJ).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 844 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal