Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/08/2011 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpes para receber seguro de veículo são recorrentes

Por: Felipe Freire

Fraudes no DPVAT deram prejuízo de R$ 150 mil à administradora que paga indenizações.

Rio - Fraudes ao seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) são recorrentes no Rio. Só nesse ano, foram comprovados 12 golpes — 11 de morte e um de indenização — para receber indevidamente o DPVAT no Rio, o que representaria prejuízo de R$ 150 mil. Os dados são da Seguradora Líder, administradora responsável pelo pagamento das indenizações.

Conforme O DIA notificou com exclusividade ontem, dois homens foram presos na semana passada por fraudar documentos, liberar corpo e enterrá-lo para desembolsar os R$ 13.500 do seguro.

No canal disponibilizado no site www.seguradoralider.com.br, o número de denúncias entre maio de 2010 e junho de 2011 foi de 1.161 no Brasil. No Rio, são 59 registros, sendo que só 16 tinham elementos suficientes para apuração.

Para tentar coibir o crime, a seguradora aposta na formação de banco de dados que inclui nomes de criminosos e as práticas mais comuns. Normalmente, as ações consistem na adulteração e falsificação de registros de ocorrência policial e certidões de óbito e na identificação de pessoas inexistentes, acidentes fictícios e mortes irreais, com a intenção de requerer as indenizações.

Os recursos do DPVAT são financiados pelos proprietários de veículos, por meio de pagamento anual do seguro. Do total arrecadado, 45% são repassados ao Ministério da Saúde, para custeio do atendimento às vítimas de acidentes de trânsito no país; 5% vai para o Ministério das Cidades, para prevenção de acidentes; e os demais 50% são para pagar indenizações.

Sobre o benefício

No Brasil, todo cidadão que sofre acidente de trânsito tem direito ao DPVAT. Situações indenizadas podem ocorrer por morte (R$ 13,5 mil), invalidez permanente (até R$ 13,5 mil) e reembolso de despesas médicas (até R$2,7 mil).

O próprio acidentado ou herdeiro pode dar entrada no pedido de indenização. O procedimento é simples e gratuito. Basta juntar a documentação necessária e levar ao ponto de atendimento mais próximo. Os endereços estão disponíveis no site oficial do seguro (www.dpvatseguro.com.br.)

Documentação necessária:

>> Morte: boletim de ocorrência, atestado de óbito, CPF, RG, comprovante de residência da vítima e de seus beneficiários.

>> Invalidez Permanente: boletim de ocorrência, laudo do IML, CPF, RG e comprovante de residência da vítima.

>> Reembolso de Despesas Médicas: boletim de ocorrência, comprovante dos desembolsos com despesas médicas e hospitalares, CPF, RG e comprovante de residência da vítimas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 220 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados no topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





Copyright © 1999-2021 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal