Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/09/2007 - Bom Dia Rio Preto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-prefeito de Bady Bassitt é condenado por fraudes

Por: Giseli Marchiote


O ex-prefeito de Bady Bassitt, José Tobardini, foi condenado pela Justiça de Rio Preto a quatro anos e meio de prisão por fraudar licitação pública. A pena será cumprida em regime semi-aberto.

Além disso, José está proibido de assumir cargo público por cinco anos.

Francisco Lopes Filho, primo do ex-prefeito, foi condenado pelo mesmo crime a quatro anos de prisão e também está impedido de assumir cargo público por cinco anos.

Denúncia do Ministério Público revela que o ex-prefeito e Francisco fraudaram licitações para reforma do posto de saúde e construção de uma escola em Bady Bassitt, superfaturaram obras e desviaram dinheiro público.

De acordo com a denúncia, os desvios ocorreram entre outubro de 1998 e janeiro de 1999.

Vencedor da licitação para fornecimento de mão-de-obra para reforma do posto de saúde, Francisco teria entregue a obra com materiais diferentes dos contratados.

Para vencer a concorrência, Francisco teria assinado proposta em branco e entregue ao ex-prefeito, que preencheu o documento com o menor valor.

O mesmo ocorreu com Mari Helena Fávaro, dona da empresa Santa Helena, contratada para entregar o material de construção.

Mari Helena foi condenada no mesmo processo por fraudar licitação. Ela terá de prestar serviços comunitários por dois anos.

Na licitação para construção da escola, teria ocorrido o mesmo. Além disso, de acordo com o Ministério Público, uma das empresas concorrentes era fantasma.

Benedito Alves Vargas, sócio da empresa vencedora da licitação, terá de prestar serviços comunitários por dois anos e quatro meses também por fraude em licitação.

O advogado do ex-prefeito, Mário Franco Montini, afirma que vai recorrer da decisão judicial no Tribunal de Justiça.

“Não existem provas e a perícia precisa ser revista”, diz Mário.

Aldo Puttini Filho, advogado de Francisco, também vai recorrer.

Os advogados de Mari Helena e Benedito não foram encontrados para falar sobre a decisão da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 471 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal