Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

30/06/2011 - A Crítica (Manaus) Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Políticos e empresários na lavagem de dinheiro

Por: Rosiene Carvalho

É o que afirma delegado da PF, Roberto Biasoli, ao situar o Amazonas como campo fértil para a prática desse crime.

“O Amazonas é um campo extremamente fértil para lavagem de dinheiro”. A declaração foi dada ontem pelo coordenador-geral de Articulação Institucional do Ministério da Justiça (MJ) e delegado da Polícia Federal (PF), Roberto Biasoli, em entrevista a A CRÍTICA. Os criminosos dos esquemas de lavagem de dinheiro no Amazonas são, segundo Biasoli, empresários que atuam na Polo Industrial de Manaus (PIM), traficantes internacionais e políticos locais.

“O Amazonas tem um diferencial econômico: aqui circula muito dinheiro. Por isso, é um campo extremamente fértil para lavagem de dinheiro. O criminoso que lucra com o crime percebe esses locais e diz ‘vamos nesse bolo que vamos passar despercebidos’”, declarou Roberto Biasoli.

Muitos desses esquemas ainda estão em fase de investigações por partes de órgãos como a Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria Geral da União (CGU). Outros já foram desarticulados inclusive por operações da PF, informou o delegado.

Biasoli faz parte da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), criada em 2003. O órgão atua em articulação com diversos órgãos dos três poderes da República, Ministérios Públicos e da sociedade civil. Entre as entidades estão: Policiais, Judiciário, órgãos de controle e supervisão - CGU, TCU, CVM, COAF, PREVIC, SUSEP, Banco Central, Agência Brasileira de Inteligência, Advocacia Geral da União, Federação Bra sileira de Bancos, entre outros.

De acordo com o coordenador de Articulação Institucional do MJ, o sistema diferenciado de tributação do Estado abre vasto leque de esquemas para lavagem de dinheiro. “Por exemplo, os insumos comprados fora para um produto produzido na Zona Franca tem uma tributação diferenciada. Os empresários trazem os produtos prontos e se beneficiam com tributação reduzida. Não existe a fábrica, o produto já vem pronto lá da China e não está gerando emprego coisa nenhuma aqui”, afirmou.

Outro braço do crime que lava dinheiro no Amazonas são traficantes internacionais de droga. “Temos aqui ao lado a Colômbia e o Peru. O tamanho desse Estado é praticamente 50% do País. A dificuldade que se tem de atuação e de repressão do tráfico de drogas é grande”, disse.

Ele afirmou que toda atividade criminosa que gera lucro pratica lavagem de dinheiro. “O dinheiro da corrupção também precisa ser lavado. Às vezes fica escondido por muito tempo. Coari é um grande exemplo disso com o que foi descoberto pela Operação Vorax (em 2008)”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 181 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal