Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


AFD SUMMIT

A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

30/06/2011 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais cinco suspeitos de envolvimento com fraude em Senador Pompeu são presos

Por: Lusiana Freire e Raquel Maia


Mais cinco pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira, 30, apontadas por envolvimento em suposto esquema de fraude na prefeitura de Senador Pompeu. Elas se apresentaram na Delegacia de Capturas, conforme o advogado Hélio Leitão. Em contato com a redação do O POVO Online, ele preferiu não informar a identidade dos acusados, a fim de preservá-los.

O prefeito do município de Senador Pompeu, Antônio Teixeira, e o vice, Luiz Flávio Mendes de Carvalho, se entregaram na noite desta quarta-feira, 29, estão presos no quartel do comando-geral do Corpo de Bombeiros (Jacarecanga). No total, já são 10 pessoas presas por envolovimento no suposto esquema de Senador Pompeu.

O advogado Hélio Leitão informou ainda que ingressou com habeas corpus, pedindo a soltura do prefeito, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) na semana passada. Na última terça-feira, 28, o pedido de liminar foi indeferido pela Justiça. Por enquanto, o STJ só decidiu pelo pedido de liminar. O processo, que tem como relator o ministro Gilson Dipp, ainda vai ser julgado no mérito.

Os acusados estavam foragidos há oito dias. O Tribunal de Justiça do Ceará expediu 31 mandatos de prisão, decretando prisão de gestores, secretários e alguns vereadores do município de Senador Pompeu.

De acordo com a denúncia e a representação criminal feitas pelo Ministério Público (MP) do Ceará, os acusados teriam cometido, no exercício de 2008, desvio de recursos públicos, pagamentos indevidos, emissão de cheques para pagamentos de empresas não idôneas que fornecem notas fiscais frias e outras "condutas criminosas", causando "dano de grande monta ao erário municipal".

O Ministério Público Federal em Limoeiro do Norte ingressou com duas ações contra o prefeito do município de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira, por improbidade administrativa. As irregularidades praticadas pelo gestor, de acordo com as denúncias apresentadas à Justiça Federal, causaram prejuízo de aproximadamente R$ 3,5 milhões aos cofres públicos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 162 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal