Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/08/2007 - Monitor Mercantil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quando porcaria vira AAA


A crise no mercado subprime dos Estados Unidos deverá levar a punições e fusões de bancos, previu o ex-ministro da Fazenda e do Planejamento Delfim Netto. Ele prevê que a lei Sarbanes-Oxley (Sarbox), que diminui o risco de fraude contábil, deverá ser muito dura com os administradores dos títulos lastreados em hipotecas subprime.

Segundo Delfim, as manobras dos bancos podem ter levado à crise atual: "Suspeito que uma boa parte da alavancagem desses mercados foi feita pelos próprios bancos por meio de organismos paralelos, os conduits (intermediários). É uma coisa mágica: você transforma a porcaria do subprime em AAA. De forma que o cidadão não sabe o que está comprando direito. O tamanho dessa patifaria contábil ainda não é conhecido, mas suspeito que seja grande."

A nota AAA é dada pelas agências de classificação de risco e, teoricamente, significa baixo risco ou grau de investimento. Boa parte dos títulos lastreados em hipotecas subprime receberam a nota máxima:

"Uma coisa é certa: não vai haver nenhuma piedade pelos portadores desses papéis. Os bancos vão acabar manobrando e os que cometeram imprudência vão ser fundidos a outros bancos, mas seus administradores não vão se livrar das punições, principalmente nos Estados Unidos. Quem vai pagar no final e deve pagar porque aplicou mal são os que compraram os papéis", defendeu.

Para Delfim, a festa dos bancos, que nos últimos quatro anos tem sido celebrada com lucros e crescimento recordes só irá terminar com o Basiléia 2.

O acordo de Basiléia 2 se refere a regras, que, também teoricamente, serviriam para proteger os bancos de crises e ainda estão sendo implementadas.

Para o ex-ministro, o Basiléia 2 servirá de filtro e evitaria que crises como a do subprime. Segundo ele, a crise atual não teria relação com a que levou à moratória do México, em 1982.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 331 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal