Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

22/06/2011 - AFP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tecnologia e pobreza estão entre fatores que favorecem corrupção nas Américas

Por: Pablo Rodríguez


CALI, Colômbia — Das novas tecnologias do sistema bancário às condições de pobreza, passando pelo narcotráfico e pelos crimes do colarinho branco, vários fatores favorecem a corrupção nas Américas, segundo especialistas convocados pela OEA que debateram o assunto na Colômbia.

A segunda Conferência sobre Avanços e Desafios na Cooperação Hemisférica contra a Corrupção, que terminou nesta quarta-feira em Cali (500 km a sudoeste de Bogotá), reconheceu avanços em diversas frentes, mas também alertou para fatores recentes que estão dificultando essa luta.

Os especialistas alertaram para a necessidade de reforçar as leis internacionais, em particular no que se refere à lavagem de ativos e ao sigilo bancário, devido às facilidades nas transações eletrônicas para a transferência de fundos procedentes da corrupção.

Mas há outros fatores menos sofisticados, presentes em muitos países da região, como a pobreza e a violência, que alentam a corrupção, advertiu Elisabeth Ungar, diretora da ONG Transparência Colômbia.

"Há uma estreita relação entre pobreza e desigualdade, e corrupção e violência", disse.

O setor privado também tem uma responsabilidade no combate à corrupção, pois nesse ambiente se desenvolvem os 'crimes de colarinho branco', disse o brasileiro Mário Vinícius Claussen, secretário brasileiro de Prevenção à Corrupção, que fez um apelo à região para que trabalhe por esse objetivo.

"A corrupção não é apenas um problema do governo, também deve envolver as empresas e a sociedade civil. A corrupção produz danos incomensuráveis à sociedade, agrava a desigualdade social, provoca perda de confiança e afeta a produtividade", disse.

Para Beatrice Edwards, diretora executiva interina da ONG americana Projeto de Responsabilidade Governamental, "o problema da corrupção está piorando porque agora há formas de transferir enormes quantidades de fundos rapidamente por meio de recursos eletrônicos. Com apenas um 'clique' o dinheiro ultrapassa fronteiras".

"A tecnologia facilita a rapidez da transferência de capitais. Os corruptos agora já não saem de seus países com malas cheias de dinheiro, como ocorria há 20 anos, agora é possível lavar dinheiro com uma movimentação eletrônica", disse à AFP, ao pedir o fim do sigilo bancário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 142 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal