Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/06/2011 - Portal Terra / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende empresário ligado a Mubarak na Espanha


A polícia espanhola prendeu o empresário Hussein Salem, supostamente vinculado ao ex-presidente egípcio Hosni Mubarak e acusado de lavagem de dinheiro tanto na Espanha como no país africano. Fontes jurídicas confirmaram nesta quinta-feira à Agência Efe a detenção e assinalaram que a prisão de Salem, naturalizado espanhol, ocorreu na quarta-feira no luxuoso bairro madrilenho de La Moraleja.

A prisão aconteceu a pedido da Promotoria da Audiência Nacional espanhola, que iniciou há 10 dias diligências de investigação sobre as atividades do empresário na Espanha. Além de solicitar sua prisão, o Ministério Público pediu ordens de acesso e registro que permitiram o confisco de 33 milhões de euros "de procedência ilegal" em contas bancárias e imóveis avaliados em sete ou oito milhões de euros.

Na operação policial foram presos também um filho de Salem e seu testa-de-ferro na Espanha, acusados de canalizar o dinheiro obtido ilegalmente no Egito. Sobre Hussein Salem, cuja prisão foi autorizada diante dos indícios que usaria o dinheiro confiscado, pesa também uma ordem internacional de prisão emitida pelas autoridades egípcias. Porém, Salem foi detido apenas pelos crimes supostamente cometidos em território espanhol.

No Egito, Salem é acusado de facilitar a Mubarak e a seus filhos um palácio e quatro mansões na cidade turística de Sharm el-Sheikh a um preço menor em troca de terrenos do Estado em áreas muito exclusivas. Além disso, a empresa de Salem teria exportado gás a Israel a preços inferiores aos praticados no mercado, fazendo o Estado egípcio perder US$ 714 milhões.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 268 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal