Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/06/2011 - Diário do Grande ABC Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Revogada prisão de suspeitos de corrupção


O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) revogou a prisão preventiva de outros seis acusados pelo Ministério Público de formação de quadrilha, corrupção e fraudes em licitações em Campinas. Na segunda-feira à noite, o desembargador Poças Leitão, da 15ª Câmara de Direito Criminal, já havia revogado o pedido de prisão da primeira-dama Rosely Nassim dos Santos, considerada foragida até então.

Contra Rosely e os outros seis acusados pela Promotoria tinham sido expedidos mandados de prisão na sexta-feira, pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Campinas, Nelson Bernardes. Segundo confirmou o TJ-SP nesta manhã, o desembargador Poças Leitão assinou a revogação das prisões do ex-secretário de Assuntos de Segurança Pública, Carlos Henrique Pinto, e do ex-diretor da Sanasa Marcelo de Figueiredo, detidos na manhã de sexta-feira.

Também foram revogados os pedidos de prisão do vice-prefeito Demétrio Vilagra, do ex-secretário de Comunicação Francisco de Lagos e dos ex-diretores Ricardo Cândia e Aurélio Cance Junior, também considerados foragidos até ontem. Segundo advogados de defesa dos acusados o desembargador considerou os mandados de prisão preventiva abusivos.

Afastamento

O pedido de afastamento do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) enquanto durarem os trabalhos da Comissão Processante que apura supostas irregularidades na administração e pode culminar com o impeachment do pedetista deve ser votado nesta noite pela Câmara de Campinas.

O vereador Valdir Terrazan (PSDB) conseguiu, durante sessão na segunda-feira, assinaturas de 32 dos 33 vereadores para reapresentar o requerimento de afastamento. O pedido já havia sido negado com base em parecer da consultoria jurídica da Câmara, no fim de maio.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 117 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal