Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/08/2007 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa usada para lavagem de dinheiro de fraude na Sudam


Quando o assunto envolve crime financeiro, o empresário José Osmar Borges mostra ter experiência no ramo. Ele ficou conhecido nacionalmente durante o escândalo das fraudes na liberação de recursos da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), na década de 90. A Polícia Federal desarticulou a ação da quadrilha e Borges foi considerado o maior fraudador do órgão, que chegou a ser extinto na época.

Ele é acusado de desviar mais de R$ 130 milhões da Sudam e era sócio do ex-presidente do Senado, Jader Barbalho, também envolvido no rombo ao erário. O processo criminal corre na Justiça Federal. Borges é réu primário para o Judiciário, pois nenhum dos processos que responde tem condenação definitiva, transitada em julgado.

Os crimes dos quais o empresário é acusado na Justiça Federal são distintos dos que ele responde na esfera estadual. Porém, a empresa Saint Germany Confecções figura nos dois casos. Na estadual, por sonegação fiscal, e na outra, por propiciar a lavagem de dinheiro da Sudam. O acusado figura como réu em ações propostas pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Borges tem processos também no Juizado Volante Ambiental (Juvam) e na comarca de Rosário Oeste, a 128 quilômetros de Cuiabá. Em Várzea Grande, responde a uma ação judicial também por crime contra a ordem tributária, em que a pena varia de 2 a 5 anos de reclusão ou multa.

A reportagem telefonou para o escritório do advogado de Borges, José Guilherme Júnior, mas o defensor não atendeu. Apesar de afirmar por meio da secretária que retornaria a ligação, isso não aconteceu. (KR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 437 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal