Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/06/2011 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF desmonta grupo que fraudava licitações com 'fantasmas' na PB


A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União deflagraram na manhã desta quarta-feira uma operação para desarticular uma organização criminosa especializada em fraudar licitações através da utilização de empresas de fachada. Segundo a PF, a quadrilha movimentou aproximadamente R$ 23 milhões nos últimos três anos e atuou em licitações em 35 prefeituras na Paraíba.

A operação Gasparzinho colheu evidências de que um grupo de empresários utilizava empresas de fachada, registradas em nome de "laranjas", para fraudar licitações e ocultar bens obtidos com o lucro dos crimes cometidos. Além disso, descobriu-se que os investigados também utilizavam "fantasmas", pessoas fictícias criadas pela variação de nomes de pessoas verdadeiras.

Junto aos órgãos públicos de vários Estados, o grupo obtinha documentos como RG e CPF para os "fantasmas", que passavam a ser utilizados nas fraudes para movimentar valores e registrar bens usados pela quadrilha, especialmente veículos de alto luxo.

A PF cumpre 12 mandados de busca e apreensão e mandados de prisão temporária nos Estados da Paraíba e de São Paulo. Os presos responderão pelos crimes de formação de quadrilha, fraudes à licitação, falsificação de documentos e sua posterior utilização, sonegação de tributos e lavagem de dinheiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 102 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal